Itaú Unibanco (ITUB4) e Taesa (TAEE11) informam sobre dividendos

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução/Itaú

O Itaú Unibanco (ITUB4) aprovou nesta quinta-feira (13) o pagamento até 31 de dezembro deste ano juros sobre o capital próprio (JCP) no valor bruto de R$ 0,04874 por ação (R$ 0,041429 no valor líquido).

O cálculo se baseia na posição acionária registrada no dia 24 de maio de 2021.

A declaração dos juros sobre capital próprio feita hoje data é, de acordo com o Itaú, “uma antecipação parcial aos dividendos e JCP totais referentes ao resultado do exercício de 2021 e, portanto, complementarão os dividendos e juros sobre o capital próprio eventualmente declarados até a divulgação dos resultados anuais”.

Descubra novos caminhos para multiplicar seu patrimônio. Aprenda hoje a investir R$ 300 mil com os melhores desempenhos.

Recentemente, o Itaú Unibanco reportou alta de 63,6% no lucro do seu primeiro trimestre de 2021.

Minerva (BEEF3) informa sobre bônus de subscrição e aumento de capital

A Minerva (BEEF3) homologou hoje o aumento de seu capital social, passando dos atuais cerca de R$ 1,371,386 bilhão, divididos em 549.627.719 ações ordinárias, para R$ 1,371.393 bilhão divididos em 549.629.035 ações ordinárias.

Ou seja, um aumento no valor de R$ 7.093,24, mediante a emissão 1.316 novas ações ordinárias, com preço de R$ 5,39.

O aumento do capital social decorre do exercício dos Bônus de Subscrição.

Os membros do Conselho de Administração da Minerva também se reuniram para homologar esta quantidade de bônus de subscrição exercida pelos seus titulares entre os dias 27 de abril e 11 de maio de 2021.

Log-in (LOGN3) conclui emissão de debêntures

A Log-In (LOGN3) concluiu a quarta emissão de debêntures nesta quinta-feira (13).

A emissão foi no montante de R$ 340 milhões, com vencimento em 6 anos e remuneração correspondente à atualização monetária pela variação do CDI –Certificado de Depósito Interbancário de um dia, expressa na forma percentual ao ano, acrescida exponencialmente de uma sobretaxa (spread) de 4% ao ano.

Os recursos obtidos pela companhia foram destinados ao pagamento integral, incluindo principal, juros e demais encargos relacionados a financiamentos que tinham seus vencimentos programados para 2023, bem como os de sua controlada TVV (Terminal Vila Velha), alongando o prazo da dívida até 2027.

Taesa (TAEE11) aprova dividendos intervalares

O Conselho de Administração da Taesa (TAEE11) aprovou a distribuição de aproximadamente R$ 401,572 milhões, a título de Dividendos Intercalares, e de cerca de R$ 65,003 milhões, a título JCP, ambos com base nas demonstrações financeiras intermediárias levantadas em 31 de março de 2021. O total fica perto dos R$ 466,576 milhões.

O valor por ação TAEE3 e TAEE4 dos Dividendos Intercalares é de R$ 0,38855745153. Por unit (TAEE11), R$ 1,16567235459.

Já o valor do JCP por ação TAEE3 e TAEE4 é de R$ 0,06289709507. Por unit, R$ 0,18869128521.

O pagamento dos dividendos intercalares e JCP ocorrerá até o dia 31 de maio próximo, com base na posição acionária do dia 18 de maio de 2021.

PetroRecôncavo (RECV3) tem alteração acionária

A PetroRecôncavo (RECV3) foi notificada pela Opportunity informando sobre aquisição, em bolsa, dia 4 de maio último, 14 milhões de ações RECV3, de modo que a investidora passou a deter 62.107.538 ações da PetroRecôncavo, o que corresponde a 26,11% do total emitido.

Esse total já considera as 10.500.000 ações que os investidores deram em empréstimo no âmbito da oferta pública inicial de ações e os efeitos da diluição da posição dos investidores na referida oferta.