Itaú (ITUB4): lucro recorrente deve subir 12,45% sobre 2º trimestre

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução/Itaú

O Itaú Unibanco (ITUB4) divulga balanço do terceiro trimestre de 2020 nesta terça-feira (3), após o fechamento do mercado.

A expectativa é que o lucro líquido recorrente venha 33,92% abaixo do apresentado no terceiro trimestre de 2019.

E 12,45% acima do mostrado no segundo trimestre deste ano.

EmpreendedorismoTécnicas para Renda Fixa. Estratégias para proteção de investimentos.

Tudo isso hoje na MoneyWeek

Para esta análise, o portal EuQueroInvestir considerou as médias das projeções feitas por Eleven, UBS e XP.

Ou seja, R$ 4,728 bilhões, contra R$ 7,156 bilhões do terceiro trimestre de 2019 e R$ 4,205 bilhões no segundo trimestre deste ano.

Segundo a Eleven, começa uma “melhora na dinâmica dos resultados, com importante recuperação na linha de tarifa de serviços, favorecida pelas atividades de mercado de capitais e banco de investimentos”.

O retorno sobre patrimônio líquido (ROE) é esperado em 16%.

Tarifas e serviços

De fato, espera-se um aumento de 1,21% na receita de tarifas, com relação ao terceiro trimestre de 2019.

Na comparação com o segundo trimestre deste ano, a expectativa é de aumento de 11,71%.

“A flexibilização foi a principal causa da melhoria sequencial nas receitas de tarifas de serviços”, diz a UBS.

A Eleven espera “uma recuperação de receitas com cartões, seguros e adquirência que foram fortemente impactadas no pico da crise, em razão da Covid-19.

Pressão dos custos

A XP lembra que o Itaú “aumentou o salário dos funcionários em 1,5% e vai pagar R$ 2 mil para cada um dos 84 mil funcionários”.

Isso deve pressionar a linha de despesas com pessoal.

Contudo, “o Itaú se comprometeu a não demitir e que suas iniciativas de eficiência não foram ainda incorporadas em seus números, com as expectativas mais voltadas para 2021 do que para os trimestres restantes de 2020”, ressalta.

Mesmo assim, a expectativa é que as despesas com pessoal e administração caia em torno de 5%.

No segundo trimestre, elas ficaram em R$ 12,796 bilhões,

Provisionamento

Para enfrentar a crise, o Itaú ofereceu carência de pagamento de parcelas de até 120 dias para pessoas físicas.

Para as pessoas, jurídicas, 180 dias.

“Dessa forma”, diz a Eleven, “no 3T20, os índices de inadimplências acima de 90 dias ainda não deverão refletir os impactos da crise”.

“No entanto, esperamos sinais de deterioração nos índices antecedentes de 15 a 90 dias”, diz.

O banco deve constituir provisões adicionais neste trimestre.

Ainda assim, em níveis mais baixos do que no segundo trimestre de 2020 (algo em torno de 0,99%), “uma vez que tem níveis de cobertura bastante robustos de 281%”.

O UBS acredita que a combinação de nenhum aumento significativo do índice de inadimplência, ainda positivamente afetado pelos programas de alívio de crédito, e menor contração do PIB provavelmente causará uma redução nas despesas com provisões, mantendo o índice de cobertura de inadimplência relativamente estável.

Entretanto, o UBS ressalta que essas provisões estão em um nível elevado.

Itaú no 2T20

O Itaú registrou lucro líquido recorrente foi de R$ 4,205 bilhões no segundo trimestre, queda de 40,2% na comparação anual.

O retorno recorrente sobre o patrimônio líquido foi de 13,5%, uma diminuição de 9,1 pontos percentuais.

A margem financeira atingiu R$ 17,776 bilhões, uma redução de 5% em relação ao mesmo período de 2019.

A receita de prestação de serviços atingiu R$ 8,396 bilhões, uma diminuição de 7,4%.

Enquanto a receita de seguros recuou 7% no período, atingindo R$ 1,839 bilhão.

A queda da receita foi derivada de menores receitas de cartões de crédito e débito.

Isso foi relacionado ao impacto da menor atividade econômica a partir de março, que perdurou durante todo o segundo trimestre.

Adicionalmente, serviços de assessoria econômico-financeira e corretagem também foram afetados.

Culpa da menor atividade do mercado de capitais e administração de fundos, devido às menores receitas com taxa de performance, redução do volume médio e menor quantidade de dias úteis.

Ademais, o ROAE, no segundo trimestre de 2020, foi de 13,5%.

Comportamento das ações

No ano, as ações do Itaú Unibanco (ITUB4) perderam 33,69%, enquanto o Ibovespa recuou 16,48%.

Os dados foram compilados até o dia 29 de outubro e segue o padrão de perdas dos outros bancos de varejo nacionais.

No terceiro trimestre, ITUB4 caiu 11,54% (1º de julho a 30 de setembro), contra menos 0,48% do Ibovespa.

Em outubro, há uma recuperação pequena, com valorização de 6,22%.

No mês, o Ibovespa subiu, até o dia 29, apenas 2,09%.

Itaú ações

Itaú ações

Resultados avaliados e divulgados

O consenso das casas analisadas (mais Itaú BBA, que por motivos óbvios não divulgou expectativas para o Itaú) mostrou que os bancos vêm tendo um desempenho até superior.

No caso do Santander (SANB11), o primeiro dos bancos de varejo brasileiros a divulgar o balanço do terceiro trimestre, o resultado veio 23,28% acima do esperado.

Já o Bradesco (BBDC3 BBDC4), o lucro líquido recorrente veio 6,12% acima do consenso.

Ou seja, dentro do esperado.

Se você quer investir no mercado de renda variável preencha o formulário abaixo que um assessor daEQI Investimentos vai entrar em contato para ajudá-lo nas melhores opções.