Itaú (ITUB4): rentabilidade deve ficar acima de 13,5% em 2021, diz presidente

Osni Alves
Jornalista (2007); Especializado em Comunicação Corporativa e RP (INPG, 2011); Extensão em Economia (UFRJ, 2013); Passou por redações de SC, RJ e BH (oalvesj@gmail.com).
1

Crédito: Itaú (ITUB4): em 2021, ROE deve ficar levemente acima dos 13,5% de hoje, diz presidente

O Itaú (ITUB4) espera leve melhora no ROE para 2021. Trata-se do retorno sobre o patrimônio líquido ou rentabilidade líquida.

Presidente do banco, Candido Bracher disse que para 2021 o indicador deverá ficar levemente acima dos 13,5% registrados no segundo trimestre de 2020.

Entretanto, o executivo preferiu não cravar um número, visto que para o banco o cenário econômico permanece instável por conta dos efeitos da pandemia do novo coronavírus.

Participe do maior evento de investimentos da América Latina

Vice-presidente do banco, Milton Filho ressaltou que o ROE registrado foi o mesmo reportado por outras instituições financeiras, a exemplo do Banco do Brasil.

Ele acrescentou ainda que as operações do Itaú no exterior também marcaram esta média.

Vale lembrar que em 2019 o banco obteve ROE de aproximadamente 20%, quando atingiu lucro líquido de quase R$ 29 bilhões no quarto trimestre de 2019.

Os executivos conversaram com analistas na manhã desta terça-feira (4) na teleconferência de resultados.

Itaú (ITUB4): em 2021, ROE deve ficar levemente acima dos 13,5% de hoje, diz presidente

Presidente do Itaú, Candido Bracher.

ITUB4: custo de crédito

De acordo com Bracher, a melhora dos resultados do Itaú virá, principalmente, de duas operações.

“Melhor desempenho de custo de crédito e melhor desempenho dos juros”, disse.

De acordo com o balanço da instituição, o custo de crédito no período atingiu R$ 7,8 bilhões.

O indicador é calculado a partir da relação entre o volume de juros no serviço da dívida e o saldo da carteira de crédito.

Bracher frisou que outro indicador que precisa ser observado é o custo de capital. “Sempre olhamos nossa contabilidade da perspectiva do custo de capital e este não caiu, ao contrário, subiu”, frisou.

Ele montou este cenário para dizer que a expectativa é que o ano de 2021 se comporte levemente melhor do que o atual momento.

Isso porque, para ele, ainda haverá efeitos da pandemia nas operações financeiras das empresas e dos trabalhadores.

Portanto, a melhora deverá passar, inevitavelmente, por fator alheio ao banco. “Por um lado, a gente depende do desempenho da economia”, declarou.

itau

 ITUB4: pico do NPL de Varejo

Para o presidente do banco, é possível que a relação cresça por mais um ou dois trimestres”, disse, em referência ao indicador NPL.

A sigla NPL (Non-Performing Loan) diz respeito a um empréstimo vencido ou próximo de vencer.

Para o banco, é bem provável que o NPL do Varejo ainda não tenha atingido o pico. Entretanto, a instituição diz confiar na qualidade do crédito que dispõe.

Significa dizer que o volume de renegociações está bastante avançado e pode fortalecer as finanças da instituição, mas isso ainda é incerto.

ITUB4: queda brusca no lucro

O Itaú registrou nesta segunda-feira (3) lucro líquido de R$ 3,424 bilhões no segundo trimestre de 2020, uma redução de 49,8% na comparação com igual período de 2019.

O lucro líquido recorrente foi de R$ 4,205 bilhões, queda de 40,2% na comparação anual.

Veja o desempenho do ITUB4 versus Ibov em seis meses:

Fonte: tradingview.

Juros sobre Capital Próprio

O banco divulgou na manhão desta terça-feira que irá distribuir juros sobre o capital próprio (JCP) no valor de R$ 0,0529 por ação, ou R$ 0,044965 líquidos por ação, no dia 26 de agosto. Será considerada a posição acionária final registrada no dia 17 de agsoto.