ISA Cteep (TRPL4): lucro líquido se mantém estável no 1TRI21

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

A ISA Cteep (TRPL4) reportou lucro líquido de R$ 308,1 milhões no balanço do primeiro trimestre (1TRI21). Os números refletem uma queda de 0,05% sobre o lucro do mesmo período de 2020, com R$ 308,3 milhões.

A receita líquida da companhia registrou uma receita de R$ 852,8 milhões no 1TRI21, alta de 16,1% sobre o mesmo período do ano passado.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

Veja o balanço na íntegra

ISA Cteep (TRPL4): principais números do balanço do 1TRI21

Lucro líquido

  • Lucro 1TRI21: R$ 308,3 milhões
  • Lucro 1TRI20: R$ 308,1 milhões

Ebitda

  • Ebitda 1TRI21: R$ 696,8 milhões
  • Ebitda 1TRI20: R$ 597,1 milhões
  • Ebitda ajustado 1TRI21: R$ 770,4 milhões
  • Ebitda ajustado 1TRI20: R$ 599,6 milhões

Receita

  • Receita 1TRI21: 852,8 milhões
  • Receita 1TRI20: 734,3 milhões

Ebitda sobe 28,5%

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado no balanço do 1TRI21 foi de R$ 770,4 milhões. No mesmo período do ano anterior o Ebitda registrou R$ 599,6 milhões.

A margem Ebitda ajustado da ISA Cteep (TRPL4) passou de 81,7% no 1TRI20 para 83,2% um ano depois.

Já o Ebitda totalizou R$ 696,8 milhões no balanço do 1TRI21, aumento de 16,7% em relação ao 1TRI20.

Resultado Financeiro

A ISA Cteep (TRPL4) informou que no balanço do 1TRI21 o resultado financeiro atingiu despesa de R$ 116,2, acréscimo de R$ 67,6 milhões comparado à despesa no 1T20.

“Esse resultado deve-se às novas captações (9ª e 10ª emissão de debêntures, CCB e desembolsos BNDES) e ao menor rendimento de aplicações financeiras, em decorrência da queda do CDI”, declarou a companhia.

Endividamento

O endividamento bruto consolidado da ISA Cteep (TRPL4) no fim de março de 2021 totalizou o montante de R$ 5,55 bilhões, aumento de R$ 1,072 bilhão em relação ao saldo verificado em 31 de dezembro de 2020.

A relação Dívida Líquida/Ebitda Ajustado foi de 1,5x no fechamento de 1T21.

O prazo médio da dívida consolidada da companhia em 31 de março de 2021 era de 7,1 anos.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3