IRB (IRBR3): prejuízo líquido cresce 11,6x no 3TRI, para R$ 229,8 mi

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Divulgação/IRB

O IRB (IRBR3) reportou um prejuízo de R$ 229,8 milhões no terceiro trimestre de 2020.

No mesmo período do ano anterior, a companhia havia registrado prejuízo de R$ 19,7 milhões.

Segundo o IRB, “se excluídos o impacto negativo dos negócios Descontinuados a companhia já teria apresentado um lucro líquido no trimestre de R$ 149,4 milhões.”

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

Já nos nove primeiros meses de 2020, o prejuízo acumulado é de R$ 901,1 milhões, contra um lucro de R$ 555,7 milhões sobre igual período de 2019.

Prêmios emitidos

No terceiro trimestre de 2020, o volume total de prêmio emitido pelo IRB Brasil avançou 29,5% em relação ao terceiro trimestre de 2019, totalizando R$ 2,975 milhões.

O prêmio emitido no Brasil totalizou R$ 1,8 milhão no terceiro trimestre de 2020, o que representou um aumento de 38,8% em relação a base anual.

“Esse aumento decorre, primordialmente, do maior volume de prêmio emitido nas linhas de riscos especiais (+332,6%), aviação (+66,3%) e vida (+35,1%)”, informou a companhia.

Já o prêmio emitido no exterior foi de R$ 1,16 milhão, o que representou um crescimento de 17,3% em relação ao terceiro trimestre de 2019.

“Acreditamos alcançar números positivos no próximo ano, com a melhoria de prêmios especialmente em grandes riscos, como nos setores de petróleo, patrimonial e rural”, declarou o IRB.

Resultado financeiro

O resultado financeiro líquido foi positivo em R$ 115,3 milhões. No terceiro trimestre de 2019, o resultado financeiro foi uma despesa de R$ 19 milhões.

Segundo a companhia essa variação é explicada pelo saldo maior de aplicações financeiras, que passou de R$ 5,0 bilhões em 30 de setembro de 2019 para R$ 7,4 bilhões em 30 de setembro de 2020 (em função do processo de capitalização no montante de R$2,3 bilhões concluído em agosto/20) e ganho de variação cambial.

No acumulado de 2020, o IRB registra um resultado financeiro de R$ 285,50 milhões.

Sinistralidade

O índice de sinistralidade total, que considera as despesas com indenizações em relação ao faturamento, recuou de 135,3% para 96,2% na comparação com o trimestre anterior.

No terceiro trimestre de 2019, a sinistralidade era de 90,5%.

Ao analisar por segmento, o sinistro retido no Brasil teve uma redução de -82,4% ou -R$761,8 milhões.

Já o sinistro retido no exterior passou de R$ 357,0 milhões no terceiro trimestre de 2019 para R$ 1,32 milhões um ano depois, um aumento de 271,0%.

No acumulado de 2020, o sinistro retido total foi de R$ 4,97 milhões, um crescimento de 63,6% em relação ao mesmo período de 2019.

Solvência

Após a capitalização concluída em agosto de 2020 no montante de R$ 2,3 bilhões a Companhia terminou o terceiro trimestre de 2020 com excesso de capital regulatório de R$1,5 bilhão.

Isso equivale a um índice de solvência regulatória de 182,4% (patrimônio líquido ajustado / capital de risco total), ao mesmo tempo em que o índice de solvência total da empresa alcança o patamar de 259,5% (patrimônio líquido total/ capital de risco total).