IRB (IRBR3) anuncia emissão de R$ 300 mi em debêntures; ações sobem

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Fonte: Divulgação/ IRB Brasil

O IRB-Brasil (IRBR3) anunciou nesta terça-feira (03) que o conselho de administração aprovou a realização de segunda emissão de debêntures, que somará R$ 300 milhões.

As debêntures da empresa serão do tipo simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária. Serão duas séries para distribuição pública com esforços restritos de distribuição.

As ações da companhia reagiram bem à notícia. Perto das 13h50, era a maior alta da bolsa, com ganhos de 7,82%, cotada a R$ 6,62.00

EmpreendedorismoTécnicas para Renda Fixa. Estratégias para proteção de investimentos.

Tudo isso hoje na MoneyWeek

No mesmo dia que o conselho se reuniu, em 30 de outubro, foi protocolado, pelo coordenador líder da oferta, em sistema da Comissão de Valores Mobiliários, o comunicado de início da oferta restrita.

Serão emitidas pelo IRB até 300.000 debêntures no valor nominal unitário de R$ 1.000. Assim, o valor total captado será de até R$ 300 milhões.

Prazos e juros das debêntures do IRB

As debêntures da primeira série do IRB terão prazo de 3 anos a contar de sua emissão, vencendo em 2023. Já as debêntures da segunda série terão prazo de 6 anos contados de sua emissão, vencendo em 2026.

Será organizado procedimento de coleta de intenções de investimento dos potenciais investidores nas debêntures, sem recebimento de reservas, sem lotes mínimos ou máximos.

Sobre o valor nominal unitário das debêntures de primeira série incidirão juros remuneratórios correspondentes a 100% da variação acumulada das taxas médias diárias do DI (Depósito Interfinanceiro) de um dia acrescida exponencialmente de spread ou sobretaxa de, no máximo, 3,35%.

Já o valor nominal unitário das debêntures da segunda série do IRB ou o saldo do valor nominal unitário das debêntures da segunda série, será atualizado pela variação acumulada do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Sobre o valor nominal atualizado incidirão juros remuneratórios prefixados correspondentes a, no máximo 6,6579% ao ano.

IRB: cautela

A maioria dos analistas pede cautela em relação ao investimento nos papéis da resseguradora.

O IRB caiu na boca do povo, sem que as pessoas mal entendessem o que ele faz. (Bem resumidamente: ele vende seguros para as seguradoras).

Isso porque a empresa é muito citada nas redes sociais e os investidores podem se sentir atraídos pela pelo preço baixo da ação.

Veja o desempenho de IRBR3 no ano versus Ibovespa

Ações IRB Fonte: TradingView

Ações IRB Fonte: TradingView

Na primeira semana de outubro os papéis do IBR registraram forte queda, após o UBS reduzir o preço-alvo para as ações da companhia de de R$ 48,00 para R$ 4,60.

Na ocasião, o papel fechou cotado a R$ 7,17, queda de 17,11%.

Além disso, o banco suíço rebaixou sua recomendação dos papéis de compra para venda.

Parceria com B3

O IRB Brasil (IRBR3) e a B3 (B3SA3) comunicaram na segunda-feira, dia 26 de outubro, que firmaram uma parceria para desenvolver uma plataforma capaz de conectar corretores, seguradoras e resseguradoras em uma única rede.

O intuito da ação é permitir que operações envolvendo contratos de seguros e resseguros sejam realizadas pela internet de forma mais ágil, segura e transparente.

Segundo o IRB, a ferramenta é baseada na tecnologia blockchain e possibilitará concluir em segundos processos que hoje duram meses.

O projeto, previsto para chegar ao mercado em 2021, está sujeito à apreciação dos reguladores a depende do desenvolvimento a ser realizado.

“Esta parceria está alinhada à estratégia de diversificação dos negócios da B3 e visa a ampliar e fortalecer a oferta de soluções da B3 no mercado de seguros e resseguros, aproximando a experiência de mais de 80 anos do IRB Brasil RE com o know-how da B3 em conciliação e liquidação financeira de grandes volumes como infraestrutura do mercado financeiro”, declarou a B3 em comunicado.

“A ideia não é substituir outros sistemas integrados de gestão. Mas a plataforma pensada pelo IRB e pela B3 vai padronizar essa comunicação e possibilitará a criação de modelos de análise das informações, por exemplo. A proposta é conectar todos os players em uma só rede, flexível e customizável, que atenda a diversidade do mercado”, informou o diretor de TI do IRB, Marcelo Hirata.

Quer saber como investir no mercado de ações? Preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato para auxiliar na sua trajetória de investimentos.