Irã afirma que caixa-preta de avião ucraniano abatido está com avarias

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

Crédito: Reprodução/Wikimedia

O ministro da Defesa iraniano, Amir Hatami, disse nesta quarta-feira (19) que a caixa-preta do avião ucraniano abatido por engano no mês passado em Teerã está “gravemente danificada” e deve passar por reparos antes de ser decodificada, informou reportagem da EFE.

De acordo com a agência oficial “Irna”, Hatami solicitou que a indústria de defesa do Irã ajudasse a consertar a caixa-preta e depois realizar a extração de dados.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

No dia 8 de janeiro, o Boeing 737, com 176 ocupantes, com destino a Kiev foi abatido logo depois de decolar do aeroporto de Terrã. O fato ocorreu em meio as tensões entre Irã e Estados Unidos.

A tragédia deixou 176 mortos de diferentes nacionalidades, conforme informações da companhia aérea, 82 eram iranianos, 63 canadenses, 11 ucranianos (dois passageiros e nove tripulantes), dez suecos, quatro afegãos, três alemães e três britânicos.