IPVA de São Paulo começa a vencer nesta quinta-feira; confira calendário

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Unsplash

O calendário de pagamento do IPVA de 2020 sobre os veículos registrados no estado de São Paulo começou a valer nesta quinta-feira.

Dessa forma, os proprietários com placa de final 1 que quitarem hoje o IPVA em cota única, terão desconto de 3%. 

Porém, é possível ainda pagar somente a primeira parcela, neste caso sem desconto. Outra opção é quitar o imposto de maneira integral no mês de fevereiro, também sem desconto. 

Conquiste sua Independência Financeira. Conheça os 4 Pilares para Investir

Já os caminhões têm prazos até o dia 17/4 para o pagamento integral sem desconto (independentemente do final de placa). Outra opção para os proprietários de caminhões é o parcelamento em três vezes, com vencimentos em março, junho e setembro. 

Veja abaixo o calendário de pagamento do IPVA para automóveis, caminhonetes, ônibus, micro-ônibus, motos e similares:

Placa
JaneiroFevereiroMarço
Primeira parcela ou cota única com descontoSegunda parcela ou cota única sem descontoTerceira parcela
Final 19 de janeiro11 de fevereiro11 de março
Final 210 de janeiro12 de fevereiro12 de março
Final 313 de janeiro13 de fevereiro13 de março
Final 414 de janeiro14 de fevereiro16 de março
Final 515 de janeiro17 de fevereiro17 de março
Final 616 de janeiro18 de fevereiro18 de março
Final 717 de janeiro19 de fevereiro19 de março
Final 820 de janeiro20 de fevereiro20 de março
Final 921 de janeiro21 de fevereiro21 de março
Final 022 de janeiro24 de fevereiro24 de março

 

Para consultar o valor do IPVA basta acessar a internet no site do Detran e informar o número do Renavam e a placa do veículo.

Além disso, a consulta pode ser realizada nos terminais de autoatendimento ou diretamente nas agências bancárias. O valor pode ainda ser consultado pelo site da Fazenda.

Multa por atraso

Para aqueles que não efetuarem o recolhimento do imposto, ficam sujeitos à multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na Selic. Após 60 dias, o percentual da multa será de 20% do valor do IPVA.

Caso o proprietário do veículo continue inadimplente, a multa passará a 40% do valor do imposto. Além disso, o proprietário pode ser inscrito no Cadin Estadual, o que o impede de utilizar eventuais crédito que tenha acumulado no programa Nota Fiscal Paulista. 

Sendo que, com a inscrição no Cadin, a Procuradoria Geral do Estado poderá cobrá-lo mediante protesto.

Cabe destacar ainda que a inadimplência do IPVA impede o proprietário de realizar o licenciamento do carro. Assim sendo, o veículo poderá ser apreendido, receber multa e o proprietário ser penalizado com sete pontos na CNH.