Preços ao produtor têm alta recorde nos EUA em abril

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução / Pixaby

O Índice de Preços ao Produtor (IPP) dos Estados Unidos subiu 0,6% em abril, informa o Departamento de Trabalho nesta quinta-feira (13).

A previsão do mercado era de alta de 0,3% em abril.

Comparativamente, em março, os preços haviam subido 1% e, em fevereiro, 0,5%. Na comparação anual, os preços de março subiram 6,2%.

O núcleo de preços, que exclui alimentos e combustíveis, subiu 4,6% em 12 meses.

Este é o maior avanço já registrado desde que o indicador passou a ser monitorado, em novembro de 2010.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

IPP

Reprodução/Departamento do Trabalho EUA