IPO da Datora: conheça a empresa especializada em Internet das Coisas (IoT)

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação

A empresa de tecnologia Datora Participações, expert em Internet das Coisas (IoT), está na fila para realizar seu IPO (Oferta Pública Inicial).

Com quase três décadas de atuação, a empresa tem entre seus clientes grandes marcas como Uber, Google e 99.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

O objetivo do IPO da Datora, que realizará ofertas primária e secundária, é usar os recursos para aquisições, investimento em inovações tecnológicas e fortalecimento da capacidade financeira.

Vamos conhecer melhor a empresa?

A história da Datora

A Datora Participações surgiu em 1993 como uma escola de computação e venda de computadores no varejo. Depois, evoluiu para o atacado de partes e peças de informática.

Em 1996, iniciou sua atuação com a tecnologia VoIP. Em 2001, celebrou o primeiro contrato de outsourcing de billing e rede IP (Internet Protocol) com a Embratel, o qual está em vigor até hoje.

Em 2005, a companhia adquiriu um espelhinho no Brasil para operar VoIP no mercado doméstico. Já em 2007, a empresa abriu um escritório em Miami para explorar o mercado internacional.

A evolução do tráfego, a convicção de se manter no segmento VoIP e a especificidade dos clientes, grandes operadoras nacionais, grandes operadoras internacionais e pequenos e médios clientes no Brasil e mais tarde OTTs, exigiram forte necessidade de inovar, pois demandaram juntar as necessidades de um mundo de telecomunicações tradicional baseado em sinalização SS75 com um mundo totalmente virtual baseado em redes IP.

“Este desafio forçou e permitiu a companhia desenvolver tecnologia de comunicação de sinalização entre SS7 e SIP6. Neste cenário, surgiu toda a linha de CPaaS da companhia”, diz a Datora no prospecto preliminar.

A companhia diz que vem, ao longo deste tempo, se transformando, sempre em busca de tecnologia, inovação e pioneirismo.

Com 28 anos no mercado, a Datora Participações atua no mercado de tecnologia fornecendo uma ampla oferta de serviços para seus clientes por meio de suas plataformas operacionais no formato CPaaS – Communication Platform as a Service (CPaaS).

A companhia também atua no mercado B2B2X, uma vez que atende o mercado corporativo, oferecendo soluções que podem ser usadas por clientes finais, no setor agropecuário, mercado pet, indústria 4.0 ou em qualquer dispositivo que precise se conectar.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo

Datora

Os quatro segmentos de atuação

A empresa opera nos quatro segmentos abaixo destacados, os quais atuam de forma sincronizada, de forma a gerar sinergia e cross-selling entre eles.

  • O primeiro segmento em que a Datora opera é o CPaaS-IoT, onde a companhia oferece para o mercado a conectividade e uma gama de serviços de valor agregado com a finalidade de conferir aos seus clientes eficiência, agilidade e competitividade em seus mercados. Neste segmento, destacam-se o setor automotivo (serviços de telemetria e rastreamento), segurança, financeiro (serviços para PoS (Point of Sales), caixa eletrônicos, etc.).
  • O segundo segmento em que a companhia opera é o CPaaS-Geral, que tem como produto e serviço principal a oferta de um pacote whitelabel2 de telefonia fixa, móvel e de dados, além do portfólio de Internet of Things (IoT) para clientes como ISPs – Internet Service Providers (ISPs) e redes de varejo.
  • O terceiro segmento em que a companhia opera, ainda no ambiente de CPaaS, é o CPaaS-OTT (Over The Top), onde a empresa oferece serviços de conectividade que permitem às OTTs autenticar seus usuários. Nesse segmento, destacam-se como clientes, Uber, 99 e Google que usam serviços da companhia por meio de seus fornecedores globais.
  • O quarto segmento em que a Datora opera é o Voz sobre Protocolo de Internet (VoIP), que funciona como alicerce das operações de CPaaS, serviço escalável e que permite autonomia operacional, já que serve como uma verticalização da cadeia neste segmento. Devido a tecnologia embarcada, VoIP, a companhia é capaz de ter uma infraestrutura operacional com baixas demandas de investimentos, suportando o crescimento de todos os segmentos. Neste segmento, a Companhia atua com serviços, como antifraude e billing, para as grandes operadoras no Brasil e no mundo, além de atuar como importante via para originar e receber chamadas de voz.

Portfólio de serviços da companhia

O portfólio da Companhia atende seus quatro segmentos de atuação, por meio de diversos serviços.

  • Chamadas de voz usando VoIP
  • Terminação Nacional e Internacional
  • Números Telefônicos (DID) e Números Especiais
  • Banda IP & Links de Dados
  • Soluções IoT
  • Serviços de Dados Móveis
  • Plataforma de Gestão de SIM Cards
  • Serviços de SMS
  • CPaaS-Geral MVNO (Credenciadas)
  • Novos Serviços – Serviços Financeiros – ArqiaPag

Estratégias da empresa

A Datora entende que seu crescimento passa por duas vertentes: crescimento orgânico e inorgânico. O crescimento orgânico, foca em expandir portfólio da companhia, enquanto o crescimento inorgânico, foca em expandir seu próprio portfólio por meio de inovação e aquisições.

O racional desta estratégia segue os seguintes pilares:

  • Aumento da base de dispositivos conectados de IoT (market share);
  • Aumento do valor agregado na oferta de serviços no segmento de IOT, capturando um maior valor por device e, desta forma, maior gross margin;
  • Expansão geográfica para IoT;
  • Crescimento de portfólio e soluções para todos os segmentos CPaaS e IoT.

A Datora entende que os segmentos em que está possuem alto potencial de crescimento. No segmento CpaaS-Geral, em especial, o mercado de MVNO está em um estágio embrionário no Brasil.

Nos países desenvolvidos a participação de operadoras móveis vem tomando uma proporção significativa no mercado. É o caso do Japão, onde a participação já representa 13,2% de market share. Na Itália, a participação também já passa de 10% e na Espanha, está em 9%.

Na área de IoT, as demandas de clientes mundiais possuem desdobramentos em mercados com alto potencial representado por mercados consumidores amplos e com perspectivas de crescimento, como é o caso do Brasil.

Empresas mundiais de IoT oferecem serviços e soluções que atendem estas demandas, incluindo serviços para montadoras de veículos, soluções para logística, serviços para indústria 4.0 e necessidades na área de saúde, seja para uso em hospitais ou para uso em residências.

Conforme as projeções da International Data Corporation – IDC, o mundo gastará cerca de USD 1,1 trilhão em IoT em 2023.

A tecnologia 5G, com previsão de chegada em 2022 no Brasil, trará uma outra gama de oportunidades a serem exploradas pela companhia.

Principais fatores de risco

A pandemia da Covid-19 é inédita e sua extensão pode produzir impactos voláteis e imprevisíveis sobre receita bruta, métricas financeiras e operacionais e os resultados da Datora.

Crescente utilização dos serviços de dados em substituição aos serviços de voz tradicional e às comunicações via serviço de mensagens curtas, ou SMS para usuários finais pode gerar efeito material adverso sobre os negócios de MVNO da companhia junto à ISPs em seus resultados operacionais e perspectivas da companhia.

O desempenho da Datora é fortemente relacionado a performance de membros de sua alta administração e, portanto, a perda de membros da alta administração da companhia ou sua incapacidade de identificar, atrair, contratar, treinar e manter pessoas chave pode ter um efeito adverso relevante sobre as atividades, situação financeira e resultados operacionais da companhia.

Os contratos financeiros e outros instrumentos representativos das dívidas da companhia estabelecem obrigações específicas para a Datora, sendo que qualquer inadimplemento em decorrência da inobservância dessas obrigações pode acarretar o inadimplemento ou vencimento antecipado dessas obrigações e afetar adversamente e de forma relevante a condição financeira da companhia e sua capacidade de conduzir seus negócios.

A falta de disponibilidade de financiamento para o programa de investimentos da empresa pode afetar a capacidade competitiva, negócios, condição financeira e resultados operacionais da companhia.

Sobre o IPO da Datora

A empresa protocolou pedido de IPO na CVM (Comissão de Valores Mobiliários) em 3 de setembro. A companhia quer ser listada no Novo Mercado.

Será uma oferta de distribuição primária (quando há emissão de novas ações e a verba vai para o caixa da empresa) e secundária (quando há venda de ações por parte dos sócios).

Os recursos provenientes do IPO serão usados para aquisições, investimento em inovações tecnológicas e fortalecimento da capacidade financeira.

Irão coordenar a oferta o Itaú BBA (líder), UBS Brasil, BTG Pactual e Morgan Stanley.

Ainda não há informações sobre preços e prazos da oferta.