IPO da Petz é o maior do ano até agora; entenda os motivos

Natalia Gómez
Editora, é jornalista especializada no mercado de investimentos há 17 anos. Formada pela PUC-SP, teve experiências em veículos como Agência Estado, Valor Econômico e Revista Você SA; e na área de comunicação corporativa e relações públicas para instituições financeiras.
1

Crédito: Divulgação/Petz

A varejista de produtos para animais de estimação Petz (PETZ3) concluiu a sua oferta de ações (IPO, na sigla em inglês), que foi a maior realizada no Brasil em 2020. A oferta movimentou R$ 3,03 bilhões, considerando os lotes extras.

A ação da empresa ficou em R$ 13,75, ante uma faixa indicativa de preço que ia de R$ 12,25 e R$ 15,25. De acordo com o Estado de S.Paulo, a demanda superou a oferta em seis vezes, segundo fontes.

Para conferir todas as ofertas de ações que estão em curso, confira esta lista.

Entenda os motivos que fizeram a oferta da Petz ser bem recebida pelo mercado:

Mercado da Petz em expansão

A oferta agradou os investidores por vários motivos. Um deles foi o fato de a empresa atuar em um mercado em franca expansão, segundo o assessor de investimentos da EQI, Elias Wiggers.

Uma indicação do avanço deste mercado foi a inclusão dos gastos com pets no cálculo do índice de inflação IPCA, no final do ano passado. Além disso, a Petz é a primeira empresa do seu setor a estrear na bolsa.

De acordo com Wiggers, o case da Petz atraiu muitos investidores porque o negócio é de fácil entendimento para o público em geral, além de ter um potencial de crescimento claro. “Por isso o IPO atrai muita gente”, explica.

Detalhes da operação

A oferta de ações da Petz marcou a saída do fundo de private equity Warburg Pincus, que passa a deter apenas 5% do capital. Ao mesmo tempo, o fundador da empresa, Sergio Zimermamm, retoma a posição de maior acionista da companhia. Ele passa a ter 35% das ações.

A estreia da Petz na B3 ocorre amanhã. O objetivo da Petz é abrir lojas e hospitais e investir em tecnologia digital com os recursos da oferta primária. Já os recursos da oferta secundária irão para a Warburg Pincus (55%) e para o fundador da Petz(45%).

Perfil da Petz

Hoje a Petz está em 13 Estados brasileiros e planeja estar em mais seis até o começo de 2021.

Assim, a meta é inaugurar entre 28 e 32 novas unidades até o começo do ano que vem.

Em abril, a empresa levantou R$ 210 milhões com uma emissão de debêntures. Os valores foram usados para proteção da saúde da empresa, bem como garantir os empregos durante a crise e abrir novas lojas.

Mas os planos da Petz não incluem apenas lojas físicas. A empresa se beneficiou da pandemia do coronavírus acelerando suas vendas online no primeiro semestre de 2020. Saiba mais sobre os negócios da empresa.