IPO da CSN Mineração (CMIN3) estreia com alta de 8%

Ana Paula Schuster
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: https://pixabay.com/pt/photos/po%C3%A7o-minas-buraco-aberto-pedreira-984037/

A CSN Mineração (CMIN3) faz sua estreia nesta quinta-feira (18) na B3, tendo a seu favor a alta do minério de ferro. Às 11h, as ações da companhia registram alta de 8,12%.

A oferta levantou R$ 5,2 bilhões, com as ações tendo piso indicado de R$ 8,50.

IPO da CSN Mineração estreia em retomada do minério de ferro

A atual valorização das commodities vem favorecendo as ações relacionadas a elas. Por conta disso, Vale (VALE3) e Petrobras (PETR3; PETR4) vêm garantindo a alta do Ibovespa.

Fora isso, na China, o mercado que estava fechado há dias por conta do Ano Novo Lunar, retoma com valorização do minério de ferro, que disparou 7,05% hoje. Assim, mineradoras e siderúrgicas estão entre as maiores altas.

Por consequência, a CSN Mineração faz sua estreia em um bom momento para o seu principal produto. 

CSN informa a movimentação da CSN Mineração em IPO

De acordo com a Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3) foi movimentado R$ 5,2 bi na oferta de seu braço de mineração. Contudo, o piso ficou abaixo da faixa esperada, que era de R$ 11,35.

Outros número do IPO:

  • 161.189.078 é o número de novas ações
  • 372.749.743 é o número secundário de novas ações

Desses números de ações, são pertencentes às seguintes empresas:

  • 327.593.584 ações são da CSN;
  • 37.591.014 ações são da Japão Brasil Minério de Ferro Participações;
  • 7.565.145 ações são de titularidade da Posco.

Os recurso brutos das ofertas primária e secundária para a CSN Mineração são respectivamente:

  • R$ 1.370.107.163,00 (oferta primária)
  • R$ 2.784.545.464,00 (oferta secundária)

Os valores no IPO na oferta primária, serão investidos em projetos como:

  • Itabirito P15
  • Recuperação de rejeitos da barragem Pires e Casa de pedras em Congonhas (MG) (principal mina da empresa)

Empresa Anglo-Suiça investe em 25% do IPO da CMIN3

A Glencore investiu por volta R$ 1,3 bilhões na IPO da CSN Mineração (CMIN3). Assim, a companhia investiu 25% do valor total adquirido, que foi de R$ 5,2 bilhões.