IPO Ambipar (AMBP3): Eleven sugere entrada preferencialmente até R$ 21,75

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Ambipar

A Eleven recomendou a entrada preferencialmente no IPO da Ambipar (AMBP3) até o ponto médio da faixa indicativa de R$ 21,75. Isso porque o preço-alvo é de R$ 28,00, representando um upside de 29%.

Conforme o relatório, o mercado de gestão de resíduos possui bastante potencial de crescimento tanto no Brasil quanto no exterior, principalmente com a tendência dos governos em pressionar empresas a reduzir a emissão de poluentes e evitar desastres ambientais.

Dessa forma, os recursos captados possibilitarão a Ambipar crescer organicamente e através de aquisições.

No Brasil, o Covid-19 deve aumentar a pressão por melhores práticas ambientais, criando um enorme mercado potencial para a Ambipar.

IPO

A Ambipar realizará oferta primária de ações (IPO, na sigla em inglês), podendo captar até R$ 827,1 milhões.

Inicialmente, a oferta consistirá na distribuição pública de 38 milhões de novas ações ordinárias de emissão da companhia, com preço de R$ 21,75 por ação.

De acordo com a Ambipar, estima-se que o preço por ação estará situado entre R$ 18,75 e R$ 24,75.

Mas o preço por ação poderá, eventualmente, ser fixado em valor acima ou abaixo desta faixa indicativa.

A oferta primária poderá ser acrescida de um lote suplementar em percentual equivalente a até 15%, ou seja, em até 5,7 milhões de ações ordinárias de emissão da companhia.

O período de reserva para os investidores pessoa física efetuarem seus pedidos de reserva termina na próxima quarta-feira (8).

As ações da Ambipar começam a ser negociadas em bolsa no dia 13 de julho deste ano.

Sobre a Ambipar

A Ambipar foi fundada em 1995 e atua na prestação de serviços ambientais para diversos clientes privados na América Latina.

A companhia também está presente em mais de 15 países por meio de mais de 150 bases operacionais, atuando nas áreas de gestão e valorização de resíduos, com apoio de um centro de PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) (Environment) e na  prevenção, treinamento e atendimento emergencial a acidentes com produtos químicos e poluentes (Response).

 

Capital Social

O capital social da Ambipar é de R$ 69,202 milhões divido em 69,2 milhões de ações ordinárias.

Os principais acionistas são Tércio Borlenghi (82%), Daniela Borlenghi Iglesias Balseiro (6,09%), Débora Lemos Borlenghi (6,09%), Cristhianne Borlenghi Donadio (6,09%).

O capital social poderá ser aumentado em até 430 milhões de novas ações ordinárias e, portanto, até o limite de 500 milhões de ações ordinárias.

De acordo com o prospecto, após a realização da oferta o fundador da Ambipar, Tércio Borlenghi continuará a exercer o controle da empresa, uma vez que deterá 50,08% do capital social da companhia.

Operação

O lucro líquido da Ambipar em 2019 é de R$ 36 milhões, um recuo de 7,7% em comparação com o ano anterior.

Já a margem líquida atingiu 7,4% em 2019, baixa de 2,8 ponto percentual.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 132 milhões, um aumento de 29,4%.

Enquanto a margem Ebtida ficou em 27,3%, alta de 0,8 p.p.

A receita líquida cresceu 25,7% em 2019, totalizando R$ 484 milhões.

Mercado de atuação da Ambipar

De acordo com a Eleven, aproximadamente 2,1 bilhões de toneladas de resíduos sólidos são gerados globalmente. Mas, apenas 16% dessa quantidade é reciclada, o que produz um grande desafio para governos e populações.

Sob essa ótica, as empresas estão cada vez mais tendo que assumir responsabilidade sobre o tratamento e descarte correto de resíduos.

Além disso, os recentes acidentes ambientais também são impulsionadores para que as empresas aumentem a preocupação com controles de prevenção de acidentes, emergência e remediação.

A Ambipar possui importantes clientes no mais variados setores, detendo know-how operacional para atuar nos mais diversos segmentos.

Fatores de riscos

No prospecto, a Ambipar ressalta como principais riscos que seus negócios estão sujeitos a riscos operacionais e de segurança.

Isso porque suas operações envolvem o manuseio de substâncias perigosas, que por sua vez, o manuseio inadequado de tais substâncias pode resultar em acidentes e afetar adversamente e de forma relevante a empresa.

Além disso, os serviços de gerenciamento de resíduos perigosos que companhia presta estão sujeitos a responsabilidades ambientais significativas.

Destinação dos recursos

A Ambipar pretende utilizar os recursos captados para renegociar e/ou antecipar pagamentos de contratos de empréstimo/financiamento com custo de captação elevado, investir na expansão orgânica, por meio da construção de novas bases operacionais e escritórios comerciais

Além disso, pretende adquirir sociedades, no Brasil e no Exterior, que atuam nos segmentos Environment e/ou Response, no curso regular dos negócios.