IPC-S sobe 0,38% na primeira semana de abril

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.

Crédito: Reprodução/Pexels

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu 0,38% na primeira quadrissemana de abril. É o que aponta pesquisa divulgada pela Fundação Getulio Vargas nesta quarta-feira (8).
A taxa ficou 0,04 ponto percentual acima da divulgação da última semana.

Quatro das oito classes de despesa tiveram acréscimo:

  • Educação, Leitura e Recreação (-0,28% para 0,22%)
  • Alimentação (1,35% para 1,60%)
  • Habitação (0,28% para 0,33%)
  • Despesas Diversas (0,03% para 0,09%).

Destaques para passagem aérea (de -2,72% para 3,30%), hortaliças e legumes (12,27% para 13,68%), taxa de água e esgoto residencial (0,59% para 0,95%) e alimentos para animais domésticos (-0,66% para 0,43%).

E quatro classes apresentaram recuo em suas taxas:

  • Transportes (-0,13% para -0,44%)
  • Vestuário (-0,06% para -0,16%)
  • Comunicação (0,13% para 0,05%)
  • Saúde e Cuidados Pessoais (0,49% para 0,47%)

Destaques para gasolina (-1,38% para -2,07%), calçados (0,29% para -0,24%), mensalidade para TV por assinatura (0,53% para 0,01%) e serviços de cuidados pessoais (0,40% para 0,33%).

Cinco das sete capitais pesquisadas registraram acréscimo em suas taxas de variação.

A próxima apuração do IPC-S terá dados coletados até 15 de abril e será divulgada no dia 16.

IPC-S