IPC-S recua para 0,34%, puxado por gasolina e roupas

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Agência Brasil

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) variou 0,34% na segunda quadrissemana de abril, ficando 0,04 ponto percentual abaixo do registrado na semana passada (0,38%).

O indicador foi divulgado nesta sexta-feira (17) pela Fundação Getulio Vargas.

Das oito classes de despesa que compõem a pesquisa, duas registraram decréscimo. A maior contribuição na queda veio do grupo Transportes (-0,44% para -0,97%), com destaque para o preço da gasolina, que caiu de -2,07% para -3,68%.

O grupo Vestuário também recuou: de -0,16% para -0,23%. Com destaque para o item roupas (-0,13% para -0,30%).

Todos os demais itens apresentaram acréscimos:

  • Despesas Diversas (0,09% para 0,34%)
  • Educação, Leitura e Recreação (0,22% para 0,41%)
  • Alimentação (1,60% para 1,65%)
  • Habitação (0,33% para 0,38%)
  • Saúde e Cuidados Pessoais (0,47% para 0,50%)
  • Comunicação (0,05% para 0,06%)

Destaque para os itens serviços bancários (0,01% para 0,33%), passagem aérea (3,30% para 7,40%), laticínios (2,18% para 3,01%), condomínio residencial (0,37% para 0,62%), medicamentos em geral (0,06% para 0,22%) e mensalidade para internet (0,07% para 0,27%).

IPC-S por capitais

O IPC-S só aumentou em uma capital pesquisada nesta quadrissemana: Porto Alegre, indo de 0,18% para 0,43%. Em todas as demais cidades, foi registrada queda na inflação.

IPC-S

Entenda o indicador

O IPC-S é um indicador de inflação que acompanha a evolução de preços por quatro semanas no mês. Ele reflete o custo de vida de famílias com renda mensal de 1 a 33 salários mínimos, residentes em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife e Brasília.

A próxima apuração do IPC-S será divulgada no dia 23 de abril, com dados coletados até dia 22.