IPC-S recua 0,34% na primeira semana de maio

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Flickr

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) da primeira semana de maio teve queda de 0,34%, ante 0,18% da semana anterior.

O resultado foi divulgado nesta sexta-feira (8) pela Fundação Getulio Vargas.

Seis das oito classes de despesa componentes do IPC-S registraram decréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição partiu do grupo Educação, Leitura e Recreação (-0,90% para -1,47%). Destaque para passagem aérea, cuja taxa passou de -6,03% para -11,88%.

EmpreendedorismoTécnicas para Renda Fixa. Tendências. Privatizações. Estratégias para proteção de investimentos.

Tudo isso hoje na MoneyWeek

Também registraram decréscimo Transportes (-2,02% para -2,26%), Alimentação (1,10% para 0,94%) e Habitação (0,13% para 0,01%). Além de Despesas Diversas (0,35% para 0,27%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,35% para 0,30%).

Destaques para gasolina (-6,76% para -7,89%), laticínios (2,98% para 2,27%), taxa de água e esgoto residencial (0,93% para 0,59%), alimentos para animais domésticos (2,11% para 0,99%) e medicamentos em geral (0,25% para 0,11%).
Vestuário (-0,32% para -0,27%) foi o único grupo a apresentar avanço nos preços. Nesta classe de despesa, vale citar o item acessórios do vestuário (-0,05% para 0,20%).

O grupo Comunicação repetiu a taxa de variação de 0,04%.

A próxima apuração do IPC-S será divulgada dia 18 de maio.

IPC-S

Leia também: IPCA: queda no preço dos combustíveis gera deflação de 0,31%
Inflação medida pelo IGP-DI recua 0,05% em abril