IPC-S, da FGV, varia 1% e tem alta de 6,11% em 12 meses

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), que calcula a variação de preços de produtos e serviços em sete capitais do país, variou 1% e acumula alta de 6,11% nos últimos 12 meses.

Na leitura da semana anterior, a alta havia sido de 1,03%.

Nesta apuração, três das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição partiu do grupo Transportes (4,11% para 3,89%). Com destaque para o item gasolina, que foi de 11,66% para 11,05%.

Análises e Resumos do mercado financeiro com leituras de 5 minutos. Conheça a EQI HOJE

Educação, Leitura e Recreação foi de -0,07% para -0,37%. Alimentação, de 0,13% para 0,03%.

Habitação subiu de 0,61% para 0,75%. Saúde e Cuidados Pessoais, de 0,43% para 0,57%. Vestuário, de -0,02% para 0,11%. Comunicação, de -0,05% para 0,01%. E Despesas Diversas, de 0,21% para 0,22%.

A próxima apuração do IPC-S, com dados coletados até o dia 7, será divulgada na sexta (8).