Inflação nos EUA: preços ao consumidor (IPC) avançam 0,4%, acima da expectativa

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) dos EUA, divulgado nesta quarta-feira (13) pelo Departamento de Trabalho dos EUA, avançou 0,4% em setembro, ante expectativa de 0,3% (como em agosto).

Nos 12 meses até setembro, o índice aumentou 5,4%, após avançar 5,3% em agosto ante o ano anterior.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

A explicação para a alta vem dos custos dos produtos de energia. E levanta dúvidas quanto ao tapering, retirada de estímulos pelo Fed que, segundo o mercado, vem apontando, deve ser anunciada em novembro, tendo início ainda neste ano.

Excluindo os componentes voláteis de alimentos e energia, o núcleo do IPC teve alta de 0,2%, após avanço de 0,1% em agosto. Na base anual, a alta foi de 4.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo

Variação do IPC em 12 meses, nas principais categorias

IPC

Reprodução/Departamento de Trabalho