Investir na bolsa: 5 coisas que você precisa saber

Weslley Almerindo
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Imagem de Capri23auto por Pixabay

Bolsa de valores é um termo que põe medo em muitos investidores iniciantes ou conservadores. Contudo, investir na bolsa pode ser mais fácil do que aparenta, basta ter uma boa assessoria. Ainda sim, há coisas que são primordiais de se saber em relação a bolsa, para evitar sustos e perda de dinheiro.

Assim, conheça as 5 principais coisas que você deve saber antes de investir na bolsa de valores.

 O que é a bolsa de valores? Como ela funciona?

O primeiro ponto a ficar claro, não só sobre a bolsa mas sobre qualquer investimento, é que você nunca deve investir em nada sem ter um conhecimento prévio sobre. Desse modo, é de suma importância que entenda o que é a bolsa de valores e como ela funciona.

A bolsa de valores é o local de negociação online de ações, ou pelo menos é nisso que muitos acreditam. Entretanto, ela é muito mais do que isso.

Dando sequência, nela são negociadas ações, títulos públicos, contratos futuros de juros, commodities agrícolas e diversos outros investimentos.

Talvez você se pergunte se será necessário saber o que é cada elemento desses para poder investir na bolsa, mas não se assuste, pois não é. 

O mais importante de se saber, neste primeiro momento, é que a bolsa possui um mercado de ações chamado B3, que é a união entre a BM&MF Bovespa e Cetip. 

Assim sendo, de fato o produto principal que é negociado na bolsa são as ações, ainda sim, é importante que saiba que ela não tem somente isso.

O funcionamento da bolsa, de modo bastante básico e suficiente, é baseado na compra e venda de ações e outros itens.

Além disso, essa relação comercial costuma ser executada em uma plataforma chamada Home Broker. Essa plataforma online está disponível em corretoras de valores como a XP Investimentos.

 A rentabilidade pode ser extremamente alta

A bolsa de valores é dinâmica, muda constantemente e trabalha com altos valores, devido a isso, a rentabilidade pode ser muito alta. 

Como dito anteriormente, é na bolsa que são negociadas as ações das empresas. Logo, você pode comprar ações na bolsa e ganhar com elas de diversas maneiras.

Há mais de um tipo de ações, temos ações preferenciais e ações ordinárias, por exemplo.

Dessa forma, as preferenciais lhe dão preferência no recebimento dos dividendos, isto é, os detentores de ações preferenciais recebem antes.

Não obstante, as ações ordinárias além de lhe pagarem os dividendos lhe dão o poder de participação e voto nas decisões da companhia. Logicamente, quanto mais ações ordinárias houver, mais direito ao voto se têm.

Além dessa rentabilidade, há ainda quem gosta de fazer Day Trade no mercado acionário. Nesse sentido, as ações são extremamente variáveis, mudam de preço o tempo todo de acordo com uma série de fatores.

Devido a isso, há pessoas que estudam o mercado muito bem e especulam quais ações irão aumentar e quais irão cair de preço. Tendo isso em vista, operam de forma extremamente rápida, em único dia compram uma ação por um preço inferior e a vendem depois.

Essas são apenas algumas das práticas possíveis no mercado de ações, na bolsa de valores, muito mais pode ser feito e um alto lucro pode ser obtido.

2. O que é renda variável? Como funciona?

É extremamente importante que saiba bem o que é renda variável e como funciona, pois a bolsa de valores gira em torno disso.

Inicialmente, é preciso compreender que investir em renda variável não é ter garantia de rentabilidade. Nesse sentido, você pode investir mil reais em um dia e ter perdido boa parte no dia seguinte, por exemplo.

Desse modo, renda variável se resume basicamente ao seguinte: não há garantia de rendimentos e seu dinheiro irá variar — positivamente ou não.

Então se eu investir na bolsa de valores eu posso perder dinheiro? Sim! E é sobre isso que falaremos no próximo tópico.

4. Nem tudo são flores

Com essa frase um tanto quanto cômica, quero dizer que com uma alta rentabilidade vem um alto risco.

Assim, do mesmo modo que pode ganhar dinheiro com ações pode perder dinheiro. Tudo dependerá de uma única coisa: conhecimento.

Sobre Day Trade, por exemplo, você pode não ter estudado o mercado e comprar um ativo por R$ 50 planejando vendê-lo mais tarde.

Contudo, como não estudou, passa-se 2 horas e o preço do ativo caiu para R$ 45 devido a uma notícia que saiu na mídia. Assim, ao vender o ativo você tem um prejuízo de R$ 5.

Suponhamos ainda que você é otimista e decidi continuar com a ação. Faz isso porque acredita que no dia seguinte ela irá se valorizar. No dia seguinte, ela se desvaloriza mais R$ 5.

Com o passar do tempo, imagine que essa empresa quebre. Nesse caso, você simplesmente perderia todo seu dinheiro.

Portanto, é importante saber o que está fazendo ao investir na bolsa e ter um assessor é fundamental.

5. Como investir na bolsa de valores

O processo de investir em si é simples, isto é, o ato de comprar e vender ações. Conquanto, como vimos, não há como simplesmente fazer isso, pois há diversos outros fatores de suma importância.

Sendo assim, é necessário que contrate um assessor de investimentos ou que estude muito para investir com segurança na bolsa.