Investimentos recuam 2% em dezembro, mas sobem 2,1% em 2019, diz Ipea

Bruno de Oliveira
Jornalista e técnico em administração e negócios.
1

Crédito: Lucia Grzeskiewicz / Pixabay

O Indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) recuou 2% na passagem de novembro para dezembro de 2019, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira (06) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Com o resultado, o índice teve queda de 2,7% no quarto trimestre do ano passado. Na comparação com dezembro de 2018, a redução da FBCF foi de 2,2%. Apesar das variações negativas, houve alta de 2,1% nos investimentos no acumulado do ano.

No último mês de 2019, a comercialização de máquinas e equipamentos encolheu 6,8%. Nesse segmento, a produção interna desacelerou 9%, e a importação caiu 7,7%. No encerramento do ano, o resultado foi positivo, com elevação de 3,1%. Ante o mês de dezembro de 2018, a área de máquinas e equipamentos apresentou queda de 1,7%.

A construção civil também registrou retração em dezembro, de 1,6%. Mesmo com a queda, os cálculos do Ipea para o setor apontaram alta de 0,5% no acumulado do ano, melhor resultado desde 2013. Em relação a dezembro de 2018, a redução de investimentos na construção civil foi de 3,7%.