Investimentos: aprenda tudo sobre a importância do Ibovespa dolarizado

Humberto Maurício Pennacchia
null

Crédito: Reprodução/Pixabay

Conhecido como o principal índice de ações da bolsa de valores brasileira (B3), o Índice Bovespa serve de referência não apenas para os investidores locais, mas também para os estrangeiros.

Nessa matéria, você aprenderá o que é o Índice Bovespa e qual sua importância em dólar para o investidor externo.

O que é o Índice Bovespa?

O Índice Bovespa (Ibovespa) é considerado o mais importante indicador do desempenho médio das cotações de ações negociadas na bolsa brasileira.

Esse índice é formado pelas ações com maior volume negociado nos últimos meses.

Nesse sentido, o valor presente do Índice Bovespa representa a quantia, em moeda, de uma carteira teórica de ações.

Quando o Índice Bovespa foi criado?

O Índice Bovespa foi criado em 2 de janeiro de 1968, a partir de uma aplicação hipotética.

Como o Índice Bovespa foi criado?

A época de sua criação, atribuiu-se um valor-base de 100 pontos a um lote-padrão cuja carteira sofre valorizações/desvalorizações ao longo do tempo.

A princípio, sem receber mais nenhum aporte, com o acréscimo exclusivo de proventos gerados pelas ações que compõem o lote-padrão.

Como é composta a carteira do Índice Bovespa?

A bolsa de valores brasileira faz a reavaliação da carteira teórica do Índice Bovespa quadrimestralmente.

Quais são os critérios exigidos para que uma ação faça parte do Índice Bovespa?

Em primeiro lugar, para figurar no Índice Bovespa, as ações e Units precisam atender aos seguintes critérios:

a) Fazer parte dos ativos elegíveis que, no total e dentro do período de um ano, representem 85% do índice de Negociabilidade.

b) Necessitam ter presença em pregão de 95% no último ano.

c) Precisam ter participação de volume financeiro a partir de 0,1% no mercado à vista.

d)  Não devem ser Penny Stock (ações que possuem cotações abaixo de R$ 1).

Dúvida sobre investir? Conheça nossa  planilha de ações 

O peso das ações que compõem o Índice Bovespa é igual para todas?

O peso de cada ação pode ser diferente e variar.

Dessa maneira, o peso de uma ação pode ter relação com o volume de ativos de uma mesma empresa presente na composição da carteira.

Por exemplo, se o índice subir, não significa que, necessariamente, todas as ações que compõem a carteira teórica tiveram alta.

Dessa maneira, alguns papéis possuem maior peso do que outros e acabam puxando o indicador para cima ou para baixo.

Qual é a participação máxima que uma empresa pode ter na composição do Índice Bovespa?

Para figurar no Índice Bovespa, uma empresa não pode ter participação maior do que 20% em ações na composição do índice.

O que é o Índice Bovespa em dólar?

O Índice Bovespa em dólar é a divisão da pontuação atual do Índice Bovespa nominal (em reais) por uma taxa de câmbio R$/US$.

Qual é a pontuação em dólar do Índice Bovespa atualmente?

Por exemplo, a pontuação da bolsa no dia 04/05/2020, o índice fechou à 78.876 pontos, e o dólar encerrou o dia cotado à US$ 5,52.

Nesse caso, dividindo-se a pontuação da bolsa pelo valor do dólar, encontramos o número 14.289, que é a pontuação do índice dolarizado até o dia 04/05/2020.

Por que acompanhar a variação do Índice Bovespa em dólar é tão importante?

Por um motivo muito simples, o investidor estrangeiro – que responde por um percentual expressivo do volume financeiro movimentado na bolsa brasileira – não olha o índice em reais.

Ele necessita converter para dólares antes de fazer a compra das ações.

Qual foi a máxima histórica do Índice Bovespa em dólar?

A máxima histórica do Índice Bovespa em dólar aconteceu em 19 de maio de 2008, quando o índice atingiu 44.616 pontos na moeda americana, ou 73.438 pontos nominais.

Qual a vantagem que o investidor estrangeiro tem ao comprar ações brasileiras?

Por fim, o investidor externo ao comprar ações no Brasil leva duas vantagens:

a) Taxa de câmbio extremamente favorável.

b) Preço de ações deprimidos.