Investimentos: aprenda o que é marcação a mercado

Humberto Maurício Pennacchia
null
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Warren Buffett, considerado um dos maiores investidores do mundo, tem duas regrinhas bem claras acerca do dinheiro:  “Regra número 1- Nunca perca dinheiro. Regra número 2-Nunca esqueça a regra número 1”.

As regras de Buffett fazem todo o sentido quando estamos falando do mercado financeiro como um todo. Na área de investimentos não poderia ser diferente. Você sabia que é possível perder dinheiro até em investimentos de renda fixa?

Sim, isso é possível. Caso você tenha um investimento em renda fixa e precise resgatá-lo antes do prazo de vencimento, é bem possível que isso ocorra. Para que isso não aconteça com o seu dinheiro, leia essa matéria até o final e conheça tudo sobre a marcação a mercado.

O que é marcação a mercado?

Marcação a mercado é um mecanismo utilizado em determinados investimentos e tem como objetivo atualizar, diariamente, os preços das cotas de fundos de investimentos e títulos de renda fixa.

Através da marcação a mercado, podemos saber quanto ganharia hoje uma pessoa que vendesse, por exemplo, sua aplicação em um determinado fundo de investimento.

Qual é o principal objetivo da marcação a mercado nos investimentos?

O principal objetivo da marcação a mercado é oferecer proteção para o investidor. Esse mecanismo usado torna os preços mais transparentes e as condições de resgate mais equilibradas. O uso dessa prática independe do percentual da taxa básica de juros e do momento do saque.

O uso da marcação a mercado favorece ou desfavorece o investidor?

A marcação a mercado pode favorecer quem investe em determinadas situações e desfavorecer em outras, já que busca equilíbrio de condições.

Como a marcação a mercado funciona nos fundos de investimentos?

Nos fundos de investimento, a marcação a mercado está baseada no valor diário dos ativos que compõem a carteira de cada fundo, dividido pelo número de cotas.

Qual é o objetivo do uso da marcação a mercado nos fundos de investimentos?

O objetivo é evitar que haja transferência de riquezas de um cotista para outro. Explico melhor: A marcação a mercado permite que um novo cotista saiba, ao aplicar, se um fundo está caro ou barato.

Além disso, a marcação a mercado permite que ganhos e perdas sejam distribuídos para quem de fato era cotista do fundo quando a valorização ou desvalorização das cotas aconteceu.

A marcação a mercado é obrigatória para todos os fundos de investimentos?

Sim, a marcação a mercado é obrigatória para todos os fundos de investimento. Isso acontece desde 2002, segundo decisão da Comissão de Valores Mobiliários (CVM)), que retificou instruções do Banco Central. Diante dessa obrigatoriedade, cabe ao administrador de cada fundo divulgar diariamente a marcação a mercado de forma simplificada aos cotistas.

Para finalizar, é importante destacar que, tanto a liquidez quanto a taxa de rentabilidade determinada pelo fundo podem impactar a marcação a mercado.