Investimento do Itaú na XP Investimentos está em discussão no BC

Filipe Teixeira
Filipe Teixeira é redator do Portal EuQueroInvestir. Gremista, filho dos anos 80, apaixonado por filmes, música, política e economia.É também Coordenador da área de Marketing do EuQueroInvestir.com e do EuQueroInvestir A.A.I assessores de investimentos.Me envie um e-mail: filipe.teixeira@euqueroinvestir.com Ou então uma mensagem por WhatsApp: (51) 98128-5585 Instagram: filipe_st
1

Foto: xp

A informação divulgada nesta segunda-feira (16), pelo site Valor Econômico é de que Banco Central debate se irá ou não  dar apoio ao investimento do Itaú na XP Investimentos. Com base nesse tipo de discussão, foi revelada uma forma de abordar diferente da normal, que é usada pela autoridade que analisa a fusão entre ambas instituições financeiras. Anteriormente as aquisições eram submetidas ao Banco Central, sem ocorrências de dúvidas sobre a permissão ou não da concessão, quase sempre o ponto em questão estava em preservar a saúde e não a competitividade do sistema.

O caso XP-Itaú é o primeiro que o Banco Central analisa desde que assinou um comunicado de entendimentos com o CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). No final de fevereiro fechando duas décadas de concorrência sobre a quem compete decidir a concentração no sistema financeiro.

O atual momento é novidade para todo mundo. Nunca na história, a Selic esteve em 6,5% ao ano. Ao mesmo tempo, o tema da acumulação bancária passa a ser debatida como nunca foi na sociedade, sendo lembrada no discurso do presidente do Banco Central.

Os argumentos do Itaú e XP Investimentos

A XP Investimentos organizou um negócio com potencial de atingir a maior escala na área que atua. Alguns especialistas dizem que a corretora (que é ligada estritamente em investimentos) poderia também servir como suporte para vender itens no mercado financeiro, como crédito, criando assim, rivalidade com os bancos.

Para alguns, o fato de o Itaú ter duas pessoas no conselho da XP, entre eles o mais importante executivo financeiro (CFO) e o conselho fiscal, acabou demostrando que a posição não é absolutamente tranquila. O Cade avaliou que de o acordo com os sócios, o Acordo e ACC (Controle de Concentrações), assinado com as duas intenções, assegura que o Itaú não conseguirá posicionar-se sobre decisões estratégicas da XP. O que deverá ser notado é se o Banco Central fará a mesma avaliação.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

O Banco poderá fazer eco aos dois votos contra no Cade, sendo os conselheiros Cristiane Alkmin e João Paulo Resende. Com tudo é inegável que o banco Itaú terá um grande poder sob o negócio (que daria o direito a 20 vetos ou mais, também sobre a remuneração do CEO e do FCO), e assim a aprovação de mudança significaria um freio em um movimento que consegue favorecer a concorrência.

Este entendimento denota uma certa preocupação devido ao fato de que esta  aprovação, poderia facilitar a vida dos grandes bancos, no sentido de adquirirem empresas inovadoras que venham ameaçar seu negócio. No fim do mês de  março, um dos associados da Gávea e ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, falou que considerava um erro a aprovação do negócio pelo Cade.

O controlador Guilherme Benchimol, um dos representantes da XP, reuniu-se  com o diretor de Organização do BC, Sidnei Corrêa Marques, nesta última sexta-feira em Brasília. O encontro já estava na agenda da autoridade.

Quando procurado, o banco Itaú não quis comentar sobre o caso. Benchimol falou que não poderia se pronunciar sobre detalhes do negócio.

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]“Não estou colocando à venda a XP, o Itaú em nenhum momento terá qualquer pode de interferência sobre as decisões da nossa empresa. Estou com 42 anos de idade e somente aos meus 57, caso o Itaú queira é que poderemos debater sobre o tema de concentração. Iremos competir por, pelo menos, 15 anos contra o Itaú e todos os demais bancos do sistema financeiro nacional” afirmou. [/box]

Opinião

Para o assessor de investimentos Lucas Carulice, o desenrolar desta negociação nao deve ser encarada com preocupação.

“É fato que a maioria dos brasileiros não possui educação financeira e também informações claras sobre as diversas opções de investimentos.

Por muito tempo os bancos nadaram de braçada as custas da falta de conhecimento e acessibilidade a melhores investimentos.

Lideradas pela XP as corretoras acirram a briga pelo mercado de investimentos pessoa física, muito trabalho já foi feito, porém 95% dos investimentos dos brasileiros se concentram em cinco grandes bancos, entre eles o Itaú.

A missão da XP de desbancarizar e dar acesso a melhor assessoria do Brasil sem custos para o maior número de brasileiros não deve ser afetada por esse negociação! analisa Lucas.

Quem é a XP Investimentos

Nos últimos 15 anos, a XP Investimentos transformou o mercado de investimentos do Brasil. Atualmente é a maior referência em se tratando de assessoria de investimentos. Através dela, auxilia seus clientes na tomada de decisões relacionadas ao seus investimentos, sempre levando em conta suas metas e o perfil do investidor.

Ofertando acesso a inúmeros produtos de variadas instituições financeiras, tanto em Renda Fixa, Fundos de investimentos, Ações e Previdência Privada. Concentrando tudo em um único lugar, por meio de uma conta única.

Comprometida não só com um produto ou serviço em particular e sim com a sua rentabilidade.

Quem somos e o que fazemos?

Somos um escritório de investimentos ligado à XP Investimentos – a maior corretora da América Latina.

Produzimos conteúdo diariamente, afim de informar e educar o investidor, além de oferecer assessoria financeira, desde a montagem da sua carteira de alocação, ao acompanhamento da rentabilidade dos seus investimentos.

Quer entender melhor como funciona o nosso trabalho, ou deseja marcar uma conversa com um assessor de investimentos? Basta preencher o formulário abaixo. Terei enorme satisfação em conversar com você!

[formulario-contato autor=”lucas.carulice”]

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.