Investidor Qualificado: aprenda o que é e quem pode ser

Humberto Maurício Pennacchia
null
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Você sabia que existem investidores qualificados? Sim, isso é verdade. Segundo classificação da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), a pessoa que se enquadrar em alguns critérios, poderá se tornar um investidor qualificado. Nessa matéria, você saberá tudo sobre esse tipo de investidor.

O que é um investidor?

É a pessoa que aplica os seus recursos na compra de ativos financeiros negociados no mercado de capitais, em busca de rentabilidade.

O que é o investidor qualificado? 

De acordo com a instrução número 554/2014 emitida pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM),  são considerados investidores qualificados as pessoas físicas e jurídicas que possuem aplicações financeiras em valor igual ou superior a R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais), e que atestem esta informação por escrito. Diante dessa situação, o investidor qualificado passa a ter acesso a produtos melhores e exclusivos do que a grande maioria do mercado financeiro.

Quais são os requisitos para que o investidor qualificado se enquadre nessa categoria? 

Para ser enquadrado nessa categoria, o investidor qualificado precisa preencher dois requisitos:

a) Ter ao menos um milhão de reais de patrimônio investidos no mercado financeiro.

b) Possuir um termo escrito atestando esse valor em investimentos.

Quando foi implantada a classificação dos tipos de investidores?

Essa classificação é relativamente nova, foi implantada em 2013.

Qual foi o objetivo da CVM ao criar essa classificação?

O objetivo é oferecer investimentos apropriados de acordo com o risco e o patrimônio investido. O intuito é melhorar a apresentação dos ativos financeiros de acordo com o risco e o nível técnico de cada interessado do mercado financeiro. O entendimento básico é de que o investidor qualificado possui um mínimo de conhecimento técnico sobre o mercado para entender onde está empregando seu capital.

Qual a diferença entre o investidor qualificado e o investidor profissional?

No caso do investidor profissional, seu patrimônio em investimentos precisa ultrapassar a casa dos R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais). Também são considerados investidores profissionais:

a) Instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

b) Companhias seguradoras e sociedades de capitalização.

c) Entidades abertas e fechadas de previdência complementar.

d) Fundos de investimento.

e) Clubes de investimento, desde que tenham a carteira gerida por administrador de carteira de valores mobiliários autorizado pela CVM.

f) Agentes autônomos de investimento, em relação a seus recursos próprios.

g) Administradores de carteira, em relação a seus recursos próprios.

h Analistas e consultores de valores mobiliários autorizados pela CVM, em relação a seus recursos próprios.

i) Investidores não residentes.

Qual a vantagem de ser um investidor qualificado?

A grande vantagem é usufruir a oportunidade de colocar seu capital em produtos exclusivos sobre os quais o grande público não tem acesso.