Invepar (IVPR4B): prejuízo líquido piora 423% no 3T20

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor

Crédito: Reprodução / Site Invepar

A Invepar (IVPR4B) reportou nesta quinta-feira (12) um prejuízo líquido de R$ 400,6 milhões no terceiro trimestre de 2020, o que representa piora de 423,0% em relação aos R$ 76,6 milhões de prejuízo no terceiro trimestre de 2019.

No acumulado dos nove meses deste ano, o prejuízo subiu 78,9%, para R$ 1,099 bilhão. Há um ano, esse prejuízo era de R$ 614,4 milhões.

“À medida em que as ações de isolamento social e outras implementadas como forma de combate à pandemia são flexibilziadas, percebe-se uma recuperação na demanda nos negócios do Grupo, e foi isto o que aconteceu no 3º trimestre, após a companhia ter reportado, no 2º trimestre, o pior desempenho operacional histórico”, diz a Invepar em nota.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!


Divulgação / Invepar

Segmentos da Invepar

Os primeiros sinais de recuperação começam a aparecer, segundo a Invepar, especialmente nos meses de agosto e setembro.

“Alguns ativos, especialmente os de Rodovias, têm apresentado recuperação mais rápida”, diz a empresa. “Entretanto, apesar da recuperação observada, na comparação entre o acumulado de 2020 com o mesmo período do ano anterior, a queda no fluxo de pessoas, passageiros em GRU Airport e nos ativos de Mobilidade Urbana, segmentos mais afetados, foi superior a 50%, enquanto no tráfego de veículos verificou-se redução de, aproximadamente, 22%”.

Aeroportos apresentou queda de 71,2% no total de passageiros, ainda impactado pela pandemia.

O mesmo acontece com as rodovias, com queda de 20% em Veículos Equivalentes Pagantes.

Em Mobilidade Urbana, a queda do número de passageiros foi de 62,0%.

Ebitda da Invepar

Nos primeiros nove meses de 2020, o EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) Ajustado totalizou R$ 559,3 milhões, o que representou uma redução de 62,2% quando comparado a 2019.

A margem EBITDA Ajustada foi de 33,0%, 26 pontos percentuais abaixo da verificada no mesmo mesmo período do ano anterior.

Esse resultado está diretamente relacionado à forte redução na Receita Operacional.

Dívida bruta

A Dívida Bruta reduziu 3,2% ao final do trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado, devido ao fluxo natural de amortizações e a não realização de novas captações.

O indicador de alavancagem medido pela relação Dívida Líquida/EBITDA Ajustado aumentou para 6,0x ao final dos nove primeiros meses de 2020, refletindo a forte queda no resultado operacional medido pelo EBITDA Ajustado.

LEIA MAIS
Invepar (IVPR4B) registra queda de 19,6% no prejuízo no 2TRI20

Invepar (IVPR4B) informa aumento de 45% no número de passageiros no aeroporto de Guarulhos

Invepar (IVPR4B) tem substituição de empréstimo-ponte junto ao BNDES

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.