Invepar (IVPR4B) tem alta de 126% no prejuízo no 1TRI20

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Invepar

A Invepar (IVPR4B) reportou seus resultados do primeiro trimestre de 2020, nesta sexta-feira (26). O prejuízo foi de R$ 428,1 milhões, um aumento de 126% no prejuízo no mesmo período de 2019.

Conforme a companhia, o desempenho foi afetado pela piora nos resultados operacionais e financeiros, além dos resultados do ativo mantido para venda e da operação descontinuada e dos reconhecimentos de impairment.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 469,8 milhões, queda de 2,3%.

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

Enquanto a margem Ebtida ajustado atingiu 58,2% no período, mantendo-se praticamente estável.

O resultado financeiro foi uma despesa de R$ 490,7 milhões, uma piora de 5,3% em relação as perdas financeiras do primeiro trimestre de 2019.

De acordo com a Invepar, o período foi negativamente afetado pelos juros relacionados à rolagem de dívida da Holding, além da maior variação monetária passiva e efeitos relacionados à contabilização das operações de hedge.

Veja os principais destaques do balanço da Invepar:

Receita cai 1,7%

A receita líquida totalizou R$ 807,1 milhões no período, uma redução de 1,7%.

As receitas tarifárias de todos os segmentos foram negativamente afetadas pelos efeitos adversos relacionados ao coronavírus.

Os custos e despesas somaram R$ 284,5 milhões no trimestre, um aumento de 0,6%.

Investimentos

A Invepar investiu R$ 34,8 milhões no primeiro trimestre de 2020.

Os aportes foram destinados para recapeamento asfáltico, iluminação de LED, conservação de encostas e sinalização na pista.

Além disso, os investimentos foram utilizados para revitalização de material rodante e trens, manutenção de equipamentos e benfeitorias nas estações do MetrôRio.

Dívida da Invepar recua 2,5%

A dívida líquida da Invepar encerrou março em R$ 6,367 bilhões, uma redução de 2,5%.

A alavancagem financeira, medida pela dívida líquida / Ebtida ajustado, ficou em 3,2 vezes no final de março, contra 3,3 vezes no mesmo período do ano passado.