Inter (BIDI11) aprova reorganização societária; CCR (CCRO3) aprova dividendos

Victor Meira
Com formação em Ciências Sociais e Jornalismo, experiência em redação nas editorias de esportes, empregos, concursos, economia e política.

Crédito: Divulgação

O Inter (BIDI11) aprovou a reorganização societária em assembleia realizada nesta quinta-feira (25). A referida operação enseja direito de reembolso para os acionistas dissidentes no valor de até R$ 45,84 por unit. 

Contudo, o Banco Inter anunciou em seu informe, divulgado também hoje, que irá liberar até R$ 2 bilhões para os acionistas que decidirem não aderir às BDRs. Vale destacar que a operação visa a migração para Nasdaq.  

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Em relação a distribuição de BDRs, Inter entregará uma ação preferencial da Inter Holding Financeira (HoldFin) para cada três opções ordinárias e/ou preferenciais. Assim, será entregue 0,33333 ação preferencial para cada uma ação ordinária ou preferencial de emissão do Inter e, para cada uma unit do Inter, será entregue uma ação preferencial da HoldFin. 

Eletrobras (ELET3;ELET6) aprova plano de alienação de participações minoritárias

O Conselho de Administração da Eletrobras (ELET3;ELET6) aprovou o Plano de Alienação de participações societárias minoritárias. O plano consiste em definir uma lista de participações que serão vendidas ao mercado. 

A meta é alcançar um valor de R$ 3,5 bilhões em alienações, conforme previsto no Plano Diretor de Negócios e Gestão 2021-2025 (PDNG 2021-2025). Contudo, a empresa de energia não divulgou quais companhias farão parte do plano de alienação.

Eletrobras (ELET3; ELET6): CEEE-T conclui transferência das ações da TSLE para a CGT Eletrosul

A Eletrobras informa a conclusão da transferência das ações da SPE Transmissora Sul Litorânea de Energia (TSLE), de posse da Companhia Estadual de Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-T), para a Companhia de Geração e Transmissão de Energia Elétrica do Sul do Brasil (CGT Eletrosul). 

Para comprar todas as ações da TSLE, a CGT Eletrosul teve que desembolsar R$ 217,55 milhões. 

O documento ainda relata que a CGT Eletrosul terá a responsabilidade de promover a incorporação da TSLE no  escopo  da  iniciativa  de  racionalização  das  participações  societárias  da  Eletrobras,  nos  termos  do PDNG 2021-2025.

CCR (CCRO3) aprova dividendos

Hoje, a CCR (CRRO3) divulgou a aprovação para o pagamento de dividendos dos seus acionistas. Ao todo, serão liberados R$ 153,8 milhões, sendo R$ 0,07 por cada ação ordinária.

O dinheiro será depositado no dia 15 de dezembro. Para ter direito ao pagamento de dividendo, o investidor deverá ter posse da ação até 30 de novembro. 

Camil (CAML3) aprova distribuição de JCP e programa de recompra de ações

O Conselho de Administração da Camil (CAML3) aprovou o pagamento do Juros sobre Capital Próprio (JCP), além do programa de recompra de ações da companhia. 

Segundo a empresa alimentícia, foram liberados R$ 25 milhões em JCP, sendo R$ 0,06 por cada ação ordinária. Vale ressaltar que o pagamento de JCP está sujeito a incidência de 15% de imposto de renda retido na fonte. 

Para receber a bonificação, o investidor deverá ter posse do ativo até o dia 1º de dezembro, sendo que o dinheiro estará disponível em 13 de dezembro. 

Em relação ao programa de recompra, a Camil destaca que pretende fazer a recompra de até 2 milhões de ações ordinárias, em um prazo de um ano. A companhia de alimentos informou que há 112,43 milhões de ações ordinárias no mercado e que a empresa tem 7,86 milhões em tesouraria. 

A Camil justifica que o processo de recompra não prejudicará o cumprimento das obrigações assumidas com os credores e nem no pagamento de dividendos aos acionistas. 

Petrobras (PETR4;PETR3) fim de litígio com CEA gera impacto positivo de R$ 132 mi

A Petrobras (PETR4;PETR3) publicou um comunicado sobre o fim do litígio judicial com a Companhia  de  Eletricidade  do  Amapá  (CEA).

A petrolífera aponta que o acordo deve gerar um efeito  positivo de  R$ 132,6 milhões no resultado financeiro do 4° trimestre de 2021, sem considerar os efeitos tributários. 

Mills (MILS3) anuncia conclusão da operação de aquisição da SK Rental do Brasil

A Mils (MILS3) anunciou a conclusão da operação de aquisição da SK Rental do Brasil. Para concluir o negócio, a companhia de engenharia realizou o pagamento de R$ 89,1 milhões aos acionistas da SK Rental. 

De acordo com a Mils, a justificativa para aquisição da companhia de locação de equipamentos é melhorar a experiência dos clientes, crescimento,consolidação e penetração de mercado. Com isso, a expectativa é ampliar as possibilidades de crescimento e rentabilidade, gerando mais valor para os acionistas.