Infracommerce (IFCM3) tem prejuízo de R$ 3,8 mi no 3TRI21

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

A Infracommerce (IFCM3) ampliou o prejuízo líquido no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21) para R$ 3,8 milhões. Um ano antes o prejuízo registrado foi de R$ 0,4 milhão.

No acumulado para os nove meses de 2021, o prejuízo foi de R$ 14,6 milhões, alta de 27% na comparação ano a ano.

Infracommerce (IFCM3): principais números do balanço do 3TRI21

Prejuízo líquido

  • Prejuízo 3TRI21: R$ 3,8 milhões
  • Prejuízo 3TRI20: R$ 0,4 milhão

Ebitda ajustado

Receita líquida

  • Receita 3TRI21: R$ 105,1 milhões
  • Receita 3TRI20: R$ 61,9 milhões

Ebitda cai e receita sobe no 3TRI21

O Ebitda ajustado da Infracommerce (IFCM3) caiu de R$ 4 milhões para R$ 2 milhões ao fim do 3TRI21.

Já a margem Ebitda ajustada caiu de 6,5% para 1,9%.

Por outro lado, a receita líquida da Infracommerce (IFCM3) aumentou 70%. Assim, passou de R$ 61,9 milhões no 3TRI20 para R$ 105,1 milhões no 3TRI21.

O lucro bruto da Infracommerce foi de R$52,2 milhões no 3T21, comparado com R$30,0

milhões no 3T20, um aumento de 74,1% no período.

Outros destaques do balanço da Infracommerce (IFCM3)

A empresa registrou GVM total de R$ 1,7 bilhão no 3TRI21, um crescimento de 43% comparado com o mesmo período do ano anterior.

As soluções para B2C registraram um aumento de 87% na receita na comparação anual, e as soluções para B2B apresentaram crescimento de 48%1 na receita no mesmo período

Em 30 de setembro de 2021, a Infracommerce registrou um caixa líquido de R$578,6 milhões, comparado com uma dívida líquida de R$4,7 milhões em 31 de dezembro de 2020.