Inflação na zona do euro sobe e fica em 1,3% em dezembro

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.

Crédito: Reprodução/Pixabay

A inflação na zona do euro apresentou alta em dezembro de 2019, na comparação com novembro: de 1% para 1,3%. Mas, na comparação com o mesmo mês de 2018, ela desacelerou – era de 1,5%.  Na União Europeia, a inflação subiu de 1,3% para 1,6%, na comparação de novembro com dezembro de 2019. Uma ano antes, era de 1,6%.

Os dados foram publicados nesta sexta, 17, pela Eurostat, escritório oficial de estatística da União Europeia.

Entre os itens que compõem o índice, a maior contribuição para o aumento da inflação na Europa tem sido serviços (+0,80 pontos percentuais), seguido por alimentos, álcool e tabaco (+0,38 pp), bens industriais não energéticos (+0,12 pp) e energia (+0,02 pp).

Inflação por país

A inflação registrada no período foi menor em Portugal (0,4%), Itália (0,5%) e Chipre (0,7%).

Já Hungria (4,1%), Romênia (4,0%), República Tcheca e Eslováquia (ambas 3,2%) tiveram as maiores taxas.

Inflação por país. Reprodução/Eurostat

 


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374