Inflação: Fed afirma que pode usar instrumentos para acertar o rumo dos preços nos EUA

Karin Barros
Jornalista com atuação nos dois principais jornais impressos da Grande Florianópolis por quase 10 anos. Costumo dizer que sou viciada em informação, por isso me encantei com a economia, que une tudo de alguma forma sempre. Atualmente também vivo intensamente o mundo da assessoria de imprensa e do PR.
1

Crédito: Freepik

O Vice-presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Richard Clarida afirmou nesta quarta-feira, segundo o Estadão Conteúdo, que, embora espere que a alta recente na inflação nos Estados Unidos seja fruto de fatores transitórios, reagirá aos dados conforme eles são divulgados.

Durante evento virtual da National Association for Business Economics (Nabe), o dirigente disse que ficará “bastante atento” às várias medidas de expectativas de inflação a médio prazo.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

Também comentou que, caso elas sofram uma desancoragem, existe o compromisso do banco central de usar os instrumentos disponíveis para acertar o rumo dos preços para uma meta de longo prazo de 2%.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3