Índice S&P 500 está cada vez mais dependente das empresas de tecnologia

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor

Crédito: Divulgação

O índice Standard & Poor’s 500, ou S&P 500, é composto por quinhentos ativos cotados na bolsa de Nova York e NASDAQ, inseridos por conta de seu tamanho de mercado, sua liquidez e sua representação de grupo industrial. No índice, segundo informa a agência de notícias Associated Press, 18% do peso é creditado às gigantes de tecnologia Apple, Alphabet, Amazon, Microsoft e Facebook.

Quem investe em fundos atrelados ao índice S&P 500 está cada vez mais dependente do sucesso dessas empresas. De acordo com os números divulgados, só a Microsoft sozinha representa com 4,9% do índice. A Apple equivale a 4,8%; a Alphabet, dona da marca Google, 3,3%; a Amazon, 3,1%; e o Facebook com 1,8%.

O Portal Terra explica que genericamente, “quem investir US$ 100 num fundo atrelado ao S&P 500 terá US$ 18 aplicados nessas companhias”.

Clube do trilhão

Das cinco grandes, apenas o Facebook não chegou a atingir o valor de mercado de US$ 1 trilhão. A rede social, aliás, está bem longe disso, com US$ 221,7 bilhões de valor.

A primeira a atingir o valor de mercado de US$ 1 trilhão foi a Apple, em 2018, mesmo ano em que a Amazon conseguiu o feito. A Microsoft foi a terceira, chegando ao valor em abril de 2019. A última a atingir o pico foi a Alphabet, que controla o Google.

Em janeiro, entretanto, a Amazon saiu do grupo, valendo “apenas” US$ 924,5. bilhões. A Apple vale US$ 1,43 trilhões; a Microsoft, US$ 1,21 trilhões; e a Alphabet, US$ 1 trilhão.

Os ganhos mostram a dominância das empresas de tecnologia no mercado acionário. As cinco maiores empresas do índice S&P 500 respondem por 18% do peso do índice, uma alta de 7 pontos em relação ao que se correspondia cinco anos atrás.

Segundo o Portal Terra, analistas ouvidos pela AP, dizem que “há dois riscos dentro dessa configuração. O primeiro é o da concentração por si só. O segundo é o risco presente no setor de mercado de tecnologia, que costuma apresentar bastante volatilidade – não raro, as ações das companhias de tecnologia sobem ou descem mais de que 5% após notícias ruins”.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

“Outro aspecto complicado é a ameaça de regulamentação governamental constante sobre essas empresas”, segue a matéria. “O tema está na pauta de candidatos à presidência dos Estados Unidos neste momento e as cinco gigantes são alvo de múltiplas investigações por parte do Departamento de Justiça, da Comissão Federal do Comércio, do Congresso americano e de advogados-gerais de inúmeros Estados americanos”.


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374