Independência da Catalunha é “caminho irreversível”, diz líder separatista

Rebeca Torres
null

Crédito: Divulgação

Em entrevista à Agência Reuters, na última sexta-feira (7), e em reunião com o governo espanhol, Quim Torra, líder regional da Catalunha, afirmou querer marcar uma data para a realização do referendo de independência e disse que “o caminho da região Catalã, rumo a se tornar independente, é irreversível”.

A Catalunha tem sido o epicentro de tensões políticas da Espanha nos últimos anos. Em 2017, após a vitória do Sim (favorável à independência), o governo catalão declarou a sua independência do governo central do território espanhol e abriu uma profunda crise política, prisão de vários militantes independentistas e, por fim, o referendo foi considerado ilegal.

Na última quinta-feira (6), Torra se reuniu com Pedro Sánchez, Primeiro-Mnistro da Espanha, que é contra qualquer situação que resulte na separação do país, porém,  o líder socialista aceitou debater com líderes catalães sobre o futuro da região rica do norte do país.

“Seremos independentes”, exclamou Torra, em uma outra entrevista com a imprensa que aconteceu no palácio regional de governo, na cidade de Barcelona. Ele não falou em uma data certa para isso acontecer, mas acredita ser “um caminho sem volta, algo absolutamente irreversível”.

Todavia, o governo espanhol tem evitado tratar do assunto ou de qualquer questão que envolva um novo referendo na região da Catalunha e anistia para os líderes separatistas que foram embora ou que estão exilados.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Por fim, Quim Torra declarou que a reunião com o socialista Pedro Sánchez trataria das origens do conflito e sobre a necessidade de “deixar o povo catalão decidir seu próprio futuro de forma democrática e pacífica”, finalizou.