Incertezas com guerra comercial e Brexit trazem cautela aos mercados

Guilherme Paulo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Traders work on the floor at the New York Stock Exchange (NYSE) in New York, U.S., October 9, 2019. REUTERS/Brendan McDermid

Tensão entre China e EUA, em conjunto com a indefinição em torno do Brexit leva investidores a posições defensivas.

Mercado Europeu

As bolsas europeias encerraram sem direção única, pois até o final da tarde na Europa nenhum acordo para o Brexit tinha sido anunciado, mesmo com as intensas negociações em andamento.

O desempenho fraco das bolsas norte-americanas também não contribuiu para um resultado melhor no mercado europeu.

Alemanha | DAX [+0,32%]

Londres | FTSE 100 [-0,61%]

França | CAC 40 [-0,09%]

Zona do euro | Euro Stoxx 50 [+0,02%]

Itália | FTSE MIB [+0,28%]

EUR/USD [+0,33%] | € 1,1067

Bolsas Norte-americanas

As bolsas norte-americanas operam em baixa, próximas da estabilidade. O que pesa nos mercados hoje é a questão de Hong Kong, após a Câmara dos EUA aprovar uma legislação em defesa dos direitos humanos e da democracia no território semi-autônomo.

A resposta de Xi Jinping foi um duro alerta, quando afirmou que “qualquer esforço para dividir a China terminará com corpos esmagados e ossos moídos em pó”.

A queda nas bolsas foi amenizada com a fala de Trump, que desmentiu notícias de que a China só iniciaria as compras agrícolas americanas depois da assinatura da fase 1 do acordo, complementando que os chineses já estão comprando há três semanas.

Dow Jones 30 [-0,09%] | 27.091 pontos

S&P 500 [-0,28%] | 3.003 pontos

Nasdaq [-0,45%] | 8.165 pontos

VIX [+3,55%]

Commodities

O petróleo recupera o seu preço após as quedas do dia anterior. O Ouro também ganha força, com o movimento de proteção dos investidores, contribuído principalmente por dados ruins das vendas no varejo americano.

A referência britânica, o Brent para dezembro opera em alta de 1,24%, a US$ 59,47. A referência norte-americana, o WTI para novembro, opera em alta de 1,00%, a US$ 53,34.

O ouro para dezembro encerrou em alta de 0,70%, a US$ 1.494,00 a onça-troy.

A bolsa brasileira

O Ibovespa opera com 104.968 pontos, em alta de 0,46%, marcando a máxima do dia, após mínima de 103.521 pontos.

O dólar futuro opera em baixa de 0,43%, cotado a R$ 4,167. Na máxima, a moeda atingiu R$ 4,191 e na mínima R$ 4,161.

Acompanhe o mercado financeiro em tempo integral: https://telegram.me/wisir

Sua carteira de investimentos está preparada para aproveitar a retomada de crescimento do Brasil? Essa pode ser a oportunidade da sua vida!

Deixe seus dados abaixo e nossa equipe entrará em contato para lhe ajudar.

Ou se preferir, ligue direto para 4007-2374.