EconomiaNotícias

Impostos sobre ar-condicionado e ventiladores podem chegar a quase 50%; confira outros itens

Entre os produtos mais tributados do verão, a vodca é a campeã com quase 81,52% de seu valor em impostos; é o que mostra a ACSP.

businesswoman working with calculator in office PK5RG5V 1024x665 - Impostos sobre ar-condicionado e ventiladores podem chegar a quase 50%; confira outros itens
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By dolgachov

Com a chegada do verão também aumenta a procura por produtos como aparelhos de ar-condicionado, ventiladores e bebidas (alcoólicas ou não). Mas, o que muitos não sabem é que esses produtos são justamente os que possuem a maior carga de tributos segundo um levantamento feito pela ACSP (Associação Comercial de São Paulo) e encomendada pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação).

Quanto o brasileiro paga de impostos?

Os números da tributação no Brasil são, no mínimo, impressionantes. Quem compra uma garrafa de vodca de R$ 10, por exemplo, acaba pagando somente em impostos o montante de R$ 8,12, isso conforme o levantamento da ACSP. Já se uma cerveja é vendida pelo mesmo preço (R$ 10), a carga tributária será R$ 4,26.

No caso das bebidas não alcoólicas, a carga de tributos ultrapassa os 30% em muitos casos. O refrigerante vendido em garrafa, por exemplo, possui 46,47% de impostos embutidos, o refrigerante em lata possui 44,55% e a água mineral possui 31,5%.

Confira, abaixo, uma lista com os principais produtos consumidos no verão e seus respectivos tributos, segundo a ACSP:

  • Água mineral: 31,5%;
  • Ar-condicionado: 49,82%;
  • Biquíni: 42,19%;
  • Bronzeador: 41,64%;
  • Cadeira de praia: 40,62%
  • Caipirinha: 76,66%;
  • Cerveja: 42,69%;
  • Chinelo: 31,09%;
  • Chope: 62,2%;
  • Passagem aérea: 22,32%;
  • Refrigerante em garrafa: 46,47%;
  • Uísque: 67,03%;
  • Ventilador: 49,60%;
  • Vodca: 81,52%.

Aparelhos eletrônicos

No caso dos aparelhos de ar-condicionado, por exemplo, se o preço do produto na loja for de R$ 1.200, quase R$ 600 será de impostos, visto que a carga tributária sobre esse produto é de 49,82%. Um ventilador que custe R$ 100, por sua vez, terá R$ 49,60 somente em tributos.

technician checking ac installation in clients P8DW7ZH 1024x683 - Impostos sobre ar-condicionado e ventiladores podem chegar a quase 50%; confira outros itens
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By Phovoir

Isso acontece, pois, sobre esses produtos há uma incidência de IPI e de ICMS bastante altos. No caso dos produtos importados, também há a incidência da taxa de importação, que pode ser maior ou menor de acordo com a cotação do dólar, conforme destaca a ACSP.

O levantamento também mostrou que as diárias de hotéis sofrem uma tributação de 29,56%; já no caso dos trajes de banho como biquínis e sungas, o tributo incidente é de 42,19%.

Fonte da notícia: Portal G1

Tags
Mostrar mais

Késia Rodrigues - Colaboradora Independente

Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por literatura, viagens, tecnologia e finanças.

Artigos Relacionados

Close