Imóveis: financiamentos imobiliários crescem 40% em um ano

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

A Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) divulgou, nesta quinta (24), uma boa notícia sobre o setor de imóveis.

De acordo com o mais recente relatório do órgão, os empréstimos para aquisição e construção de imóveis cresceram mais de 40% no último ano.

Os números mostraram que, entre setembro de 2019 e agosto de 2020, as receitas alcançaram R$ 97,46 bilhões, registrando alta de 42% em relação aos 12 meses anteriores.

Financiamentos de imóveis pelo SBPE também sobem

O relatório da Abecip apontou também que os financiamentos imobiliários com recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) atingiram R$ 11,72 bilhões em agosto de 2020.

O número representa um crescimento de 8,3% em relação a julho e de 74,7% em cima do mesmo mês de 2019.

A Abecip confirmou que o volume financiado em agosto foi o maior, em termos nominais, na série histórica iniciada em julho de 1994.

 

A alta também foi significativa no comparativo entre janeiro e agosto de 2019 e de 2020.

Segundo a Abecip, os empréstimos destinados à aquisição e construção de imóveis avançaram 39,8% neste ano, atingindo R$ 65,9 bilhões.

Financiamentos sobem 7,3% em agosto

A Abecip informou que, em agosto deste ano, nas modalidades de aquisição e construção, foram financiados 39,5 mil imóveis, número 7,3% superior ao registrado em julho, e 49,7% maior do que o apurado em agosto de 2019.

O aumento nos oito primeiros meses do ano também foi grande, com 237 mil unidades financiadas, 31,3% a mais do que entre janeiro e agosto do ano passado.

A alta nos últimos 12 meses, entre setembro do ano passado e agosto deste ano, foi de 32,5% em relação aos anteriores, com os financiamentos viabilizando a aquisição e a construção de 354,5 mil imóveis pelo crédito imobiliário do SBPE.

Poupança SBPE: recorde na captação líquida

A captação líquida da poupança SBPE estabeleceu o melhor resultado para um mês de agosto desde a série histórica, iniciada em julho de 1994.

Segundo os dados do órgão, ela ficou positiva em quase R$ 8 bilhões no período.

Outro recorde foi estabelecido entre janeiro e agosto, com a captação líquida de R$ 95,8 bilhões.

O melhor resultado da série antes do atual  havia sido registrado em 2013, quando o balanço entre depósitos e retiradas no período foi positivo em R$ 31,8 bilhões.

A captação líquida positiva e o crédito de rendimentos elevaram o saldo das cadernetas a R$ 766,8 bilhões no final de agosto, com alta de 1,2% no mês e de 22,8% em relação ao mesmo período de 2019.

Leia também: CDB de liquidez diária é porto seguro frente à LFT volátil