IMC (MEAL3) tem prejuízo líquido 20% maior no 1TRI21

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação/Pizza Hut

A IMC (MEAL3) registrou prejuízo líquido 20% maior no primeiro trimestre de 2021.

A empresa passou de um prejuízo de R$ 46,1 milhões no início de 2020 para um prejuízo de R$ 55,4 milhões nos três primeiros meses deste ano, pressionada pelos reflexos da pandemia nas operações.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Veja aqui o balanço.

IMC (MEAL3): principais números do balanço do 1TRI21

Prejuízo líquido

  • Prejuízo 1TRI21: R$ 55,4 milhões
  • Prejuízo 1TRI20: R$ 46,1 milhões

Ebitda ajustado

  • Ebitda 1TRI21: R$ 9,9 milhões
  • Ebitda 1TRI20: R$ 23,7 milhões

Receita líquida

  • Receita 1TRI21: R$ 321,9 milhões
  • Receita 1TRI20: R$ 366,6 milhões

Ebitda ajustado cai 58% no 1TRI21

O Ebitda ajustado da IMC (MEAL3) caiu 58,1% no 1TRI21.

O indicador passou de R$ 23,7 milhões para R$ 9,9 milhões.

Já a margem Ebitda ajustada caiu de 6,5% para 3,1%, reflexo da desalavancagem operacional.

Receita tem queda de 12%

A receita líquida da IMC (MEAL3) caiu 12,2% no 1TRI21.

O indicador saiu de R$ 366,6 milhões para R$ 321,9 milhões.

O resultado, segundo a empresa, foi impactado pelo fechamento momentâneo de lojas, que foi parcialmente compensado pela melhora de tráfego nos EUA.

As vendas nas mesmas lojas consolidadas (SSS) ficaram em – R$ 9,3% no 1TRI21, reflexo da intensificação de medidas restritivas pela segunda onda da Covid-19 e redução do tráfego nas operações.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.

IMC (MEAL3)