FII: IFIX recua 0,15% puxado por HTMX11 e HGFF11

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Unsplash

Na terça-feira (7) o IFIX seguiu em viés de queda ao longo do dia fechando o pregão em menos 0,15%, aos 2.798,33 pontos.

Na mínima para hoje, o índice de FIIs bateu os 2.796,48 pontos, já na máxima, atingiu os 2.808,18 pontos.

Para julho, o índice acumula uma desvalorização de 0,28%. No ano a queda é de 12,29%.

Maiores altas

Entre os Fundos Imobiliários com as maiores altas para esta terça estavam: Bradesco Carteira Imobiliária Ativa (BCIA11), RB Capital Renda II (RBRD11), CSHG Logística (HGLG11), Hospital Nossa Senhora de Lourdes (NSLU11) e General Shopping e Outlets (GSFI11).

Em sentido contrário, as maiores quedas da carteira estiveram nos seguintes fundos:Hotel Maxinvest (HTMX11), CSHG Imobiliário FOF (HGFF11), FOF Integral Brei (IBFF11), Kinea II Real Estate Equity (KNRE11) e Brazil Realty (BZLI11).

A movimentação financeira para o dia foi de R$ 182,07 milhões.

Veja o gráfico do dia

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
BCIA11174,3313,05%
RBRD1191,002,71%
HGLG11196,502,47%
NSLU11271,922,23%
GSFI112,902,11%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
HTMX11121,00-3,20%
HGFF1199,07-2,66%
IBFF1178,00-2,45%
KNRE114,01-2,20%
BZLI1114,55-1,95%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta terça-feira, o conjunto de fundos de investimentos imobiliários registrou uma desvalorização inferior ao principal índice da bolsa, que caiu 1,19%.

Veja a movimentação de fundos

A Hedge Investments, administradora do fundo de investimento imobiliário (FII) Hedge Brasil Shopping (HGBS11), comunicou na segunda-feira (6) sobre as atividades dos Shoppings que integram seu FII.

Desse modo, o Tivoli Shopping, em Santa Bárbara d’Oeste (SP), terá suas atividades suspensas a partir de 06 de julho de 2020, com retorno previsto para 20 de julho de 2020.

Fica autorizado apenas o funcionamento das atividades essenciais e os serviços de delivery e drive-thru do Tivoli.

Já o Floripa Shopping retomou suas atividades desde 29 de junho de 2020. O funcionamento foi autorizado, inicialmente com horário reduzido de segunda a sábado e com limitação a 40% da capacidade.

Em São Paulo, a flexibilização autorizada pelo Governo do Estado dá a cada município a autonomia para regular e recomendar medidas específicas aos seus empreendimentos.

Votorantim Shopping (VSHO11) comunica fechamentos

A administradora do FII Votorantim Shopping (VSHO11), informou que o Shopping Hortolândia suspendeu as atividades a partir de 06/07/20.

A medida deve perdurar enquanto a classificação do município de Hortolândia estiver na “Fase de Modulação 1 – Fase Vermelha”, do “Plano São Paulo”.

Fica permitida a manutenção do serviço de entrega de refeições e lanches, seja por meio de aplicativos de entrega ou por entrega direta pelo Drive Thru. Além das operação do supermercado Tenda.

A administradora informou ainda que o Shopping Valinhos, localizado em Valinhos, permanece com suas atividades suspensas.

Fica permitida a manutenção do serviço de entrega de refeições e lanches, por aplicativos de entrega ou entrega direta.

Além das operações: farmácia Drogasil, supermercado Carrefour e entregas pelo Drive Thru.