FII: IFIX avança 0,38% puxado por CARE11 e BBPO11

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Pixabay

Nesta quinta-feira (30), o IFIX quebrou a sequência de quedas dos últimos dias e fechou o pregão em alta de 0,38%, aos 2,733,65 pontos.

A mínima para o índice de FIIs hoje foi de 2.722,29 pontos. Já na máxima, o IFIX atingiu os 2.733,69 pontos.

Para o acumulado de julho, o índice registra uma desvalorização de 2,59%. No ano, a queda é de 13,9%.

Não Perca! Começa hoje o evento que vai transformar sua visão sobre Fundos de Investimento Imobiliário

A movimentação financeira para o dia foi de R$ 143,86 milhões.

Maiores altas

As maiores altas na carteira do IFIX foram puxadas pelos fundos: Brazilian GraveyardDeath (CARE11), BB Progressivo II (BBPO11), CEO Cyrela Commercial Properties (CEOC11), Hotel Maxinvest (HTMX11), Torre Almirante (ALMI11).

Na contramão, as maiores quedas foram nos FIIs: Cenesp (CNES11), RB Capital Renda I (FIIP11B), Anhanguera Educacional (FAED11), Bradesco Carteira Imobiliária Ativa (BCIA11), General Shopping Ativo e Renda (FIGS11).

Conheça nossa planilha de fundos imobiliários

Veja o gráfico do dia

Fonte:B3

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
CARE110,956,74%
BBPO11137,904,87%
CEOC1181,994,05%
HTMX11118,903,39%
ALMI111.249,982,88%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
CNES1165,48-2,24%
FIIP11B193,36-1,99%
FAED11217,53-1,57%
BCIA11132,01-1,52%
FIGS1160,74-1,40%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta quinta-feira, o conjunto de fundos de investimentos imobiliários registrou valorização, em contraponto ao principal índice da bolsa, que caiu 0,56%.

Veja a movimentação de fundos

PBLV11

A BRL Trust, administradora do FII Prologis Brazil Venture (PBLV11), comunicou que foi aprovada a realização de oferta pública de distribuição primária de cotas da 3ª emissão do Fundo.

Segundo o comunicado, nesta nova emissão serão distribuídas 42.000 cotas, no valor unitário de R$ 1.145 mil, totalizando o montante de R$ 48,09 milhões.

No entanto, para que a oferta seja mantida, a companhia informou que será observada a colocação do volume mínimo de 41.000 cotas, totalizando o montante mínimo de R$ 46,945 milhões.

Os cotistas que tiverem interesse em exercer o direito de preferência deverão se manifestar no período entre 29 de julho de 2020 a 11 de agosto de 2020, inclusive, na B3.

TORD11

A Vórtx, administradora do FII Tordesilhas EI (TORD11), comunicou que foi aprovada a realização de oferta pública de distribuição primária de cotas da 2ª emissão do Fundo.

Nesta nova emissão serão distribuídas até 3.777.149 cotas, pelo valor unitário de R$10,59, totalizando o montante de até R$40.000.007,91.

A companhia informou ainda que será admitida a distribuição parcial da oferta restrita, no montante mínimo de R$15 milhões, correspondente a 1.416.431 de novas cotas.

No entanto, caso o montante mínimo da oferta não seja atingido, a oferta restrita será cancelada.

Os cotistas que tiverem interesse em exercer o direito de preferência deverão se manifestar entre os dias 19 de agosto de 2020 a 24 de agosto de 2020, inclusive, na B3.

Os recursos a serem captados no âmbito da oferta restrita serão destinados à aquisição, pelo Fundo, de ativos alvo, observada a política de investimento do fundo.

IRDM11

O BTG Pactual, administrador do FII Iridium recebíveis imobiliários (IRDM11), informou sobre o encerramento da distribuição da 7ª emissão de oferta restrita.

Durante o prazo para o exercício do direito de preferência, iniciado em 15 de julho de 2020 e encerrado em 28dejulhode 2020, os cotistas puderam exercer o direito na subscrição das 3.531.901 novas cotas, a R$ 96,79, já inclusa a taxa de distribuição.

O montante inicial da oferta foi de R$ 341.852.697,79.