FII: IFIX fecha o mês de abril em alta de 0,51%; no dia, avança 0,43%

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

No pregão desta sexta-feira (30), o IFIX seguiu em viés de alta e fechou a sessão com valorização de 0,43%, aos 2861,15 pontos.

A mínima do dia para o índice foi de 2849,01 pontos, enquanto a máxima bateu em 2862,52 pontos.

No acumulado de abril o índice registrou alta de 0,51%, já no ano cai 0,29%. A movimentação financeira para hoje foi de R$ 249,37 milhões.

Destaques do dia

As maiores altas do IFIX foram em: CSHG Imobiliário FOF (HGFF11), Vinci Shopping Centers (VISC11), Tellus Properties (TEPP11), XP Malls (XPML11), Malls Brasil Plural (MALL11).

Na contramão, as maiores quedas foram em: Grand Plaza Shopping (ABCP11), General Shopping Ativo e Renda (FIGS11), Hotel Maxinvest (HTMX11), CSHG Prime Offices (HGPO11), Banestes Recebíveis Imobiliários (BCRI11).

Veja o gráfico do dia

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
HGFF11R$ 89,443,57%
VISC11R$ 112,002,39%
TEPP11R$ 84,092,19%
XPML11R$ 106,002,15%
MALL11R$ 99,992,07%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
ABCP11R$ 75,23-1,87%
FIGS11R$ 59,29-1,18%
HTMX11R$ 105,70-0,75%
HGPO11R$ 218,56-0,60%
BCRI11R$ 119,30-0,53%

Confira as últimas notícias sobre FII

FII Mogno Logística (MGLG11)

O FII Mogno Logística (MGLG11) celebrou o compromisso de compra e venda que tem por objeto a aquisição do imóvel denominado “Galpão Resende I – Volskswagen Man”, localizado na cidade de Resende/RJ, pelo montante de R$ 82,963 milhões.

Atualmente, o imóvel encontra-se integralmente locado para a Volkswagen.

Estima-se que o dividendo mensal do Fundo será impactado positivamente em, aproximadamente, R$0,35/cota nos próximos 12 meses.

Pela transação, a gestora projeta um cap rate de 11,3% para os próximos 12 meses.

FII GGR Copevi Renda (GGRC11)

O FII GGR Copevi Renda (GGRC11) informou que, com o agravamento da pandemia de Covid-19 em todo o país e a fim de evitar a inadimplência, redefiniu o fluxo de pagamento de aluguéis da locatária Covolan Indústria Têxtil .

Segundo o Fundo, o aditivo foi ajustado tendo em vista a comprovação pela Covolan, por meio da exibição de suas demonstrações financeiras, dos impactos do agravamento da pandemia Covid-19, o que poderia prejudicar o cumprimento total do contrato de locação pela locatária.

A repactuação resultou no diferimento de 30% do valor devido a título de aluguel nos meses de abril a dezembro de 2021, com nova redistribuição destes valores ao longo dos demais meses de duração do contrato de locação.

Diante do exposto, haverá uma redução de rendimento das cotas nos meses de maio/21 a dezembro/21 de, aproximadamente, R$0,03 por cota.