FII: IFIX recua 0,11%: Índice é puxado por SHPH11 e FLRP11

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Pixabay

O IFIX abriu o pregão desta quinta-feira (3) subindo 0,13%, porém, ao longo do dia não conseguiu sustentar a alta e fechou em queda de 0,11%, aos 2.779,62 pontos.

Na mínima do dia, o índice de FIIs registrou 2.777,89 pontos e na máxima, 2.787,72 pontos.

Para setembro, o IFIX registra retração de 0,09%, enquanto no ano a queda é de 12,27%.

Confira os melhores momentos da Money Week

A movimentação financeira para esta quinta foi de R$ 182,23 milhões.

Maiores altas

Entre os Fundos Imobiliários que puxaram a alta estavam: Alianza Trust Renda Imobiliária (ALZR11), Malls Brasil Plural (MALL11), Projeto Água Branca (FPAB11), Industrial do Brasil (FIIB11), BB Progressivo (BBFI11B).

Em sentido contrário, as maiores quedas da carteira foram registradas nos FIIs: Shopping Pátio Higienópolis (SHPH11), Floripa Shopping (FLRP11), Max Retail (MAXR11), RB Capital Renda II (RBRD11), VBI Logístico (LVBI11).

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

Conheça nossa planilha de fundos imobiliários

Veja o gráfico do dia

ifix-3

Fonte:B3

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
ALZR11R$ 137,902,15%
MALL11R$ 93,791,72%
FPAB11R$ 315,001,58%
FIIB11R$ 475,001,47%
BBFI11BR$ 2.425,001,46%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
SHPH11R$ 910,00-3,70%
FLRP11R$ 1.350,02-3,45%
MAXR11R$ 1.920,00-1,54%
RBRD11R$ 70,97-1,43%
LVBI11R$ 120,00-1,40%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta quinta-feira, o conjunto de fundos de investimentos imobiliários registrou desvalorização, em linha com o principal índice da bolsa, que caiu 1,17%.

Veja a movimentação dos Fundos

BARI11

A Oliveira Trust, administradora do fundo de investimento imobiliário Barigui Rendimentos Imobiliários (BARI11), comunicou ao mercado sobre a abertura de nova emissão de cotas.

Desse modo, a terceira emissão será de 2 milhões de cotas, por meio das quais o FII pretende levantar o montante inicial de R$ 200 milhões.

No entanto, a quantidade de novas cotas inicialmente ofertada poderá ser acrescida em até 20%, ou seja, em até 400 mil cotas, correspondente a até R$ 40 milhões.

O preço de aquisição por cota da 3ª emissão foi definido em R$ 100,00.

Segundo o comunicado, fica assegurado aos cotistas detentores de cotas na data de anúncio de início da oferta, o direito de preferência para a subscrição das novas cotas, equivalente a 0,89517861275.

O administrador ressalta que a oferta ainda não foi registrada na B3, de modo que o comunicado tem como único objetivo divulgar a aprovação da oferta e dar conhecimento aos cotistas do fundo sobre o exercício do direito de preferência.

O BARI11 é um fundo imobiliário do tipo papel, desse modo, seus investimentos são destinados sobretudo a aplicações em títulos e valores mobiliários.

VPSI11

O FII Polo Shopping Indaiatuba (VPSI11) comunicou o pagamento de rendimentos referente ao mês de agosto.

Segundo o aviso, o valor dos proventos por cota serão de R$ 0,0430009, com data de pagamento em 11/09/2020.

O último dia de negociação “com” direito ao provento é 02/09/2020.