FII: IFIX avança 0,1% no dia puxado por XPCM11 e ABCP11

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Em um dia marcado por poucas oscilações, o IFIX fechou a sessão desta quinta-feira (3) em alta de 0,1%, aos 2.800,62 pontos.

Na mínima do dia, o índice de FIIs bateu os 2.797,73 pontos, enquanto a máxima foi de 2.801,71 pontos.

No mês de dezembro, o índice registra queda de 0,28%, já no acumulado do ano, a desvalorização de 12,49%.

Aprenda a interpretar o cenário dos investimentos com leituras de 5 minutos. Conheça a EQI HOJE

A movimentação financeira para a quinta-feira foi de R$ 205,87 milhões.

Destaques do dia

As maiores altas da carteira do IFIX foram registradas em: XP Corporate Macaé (XPCM11), Grand Plaza Shopping (ABCP11), Iridium Recebíveis Imobiliários (IRDM11), Malls Brasil Plural (MALL11), Plural Recebíveis Imobiliários (PLCR11).

Por outro lado, as maiores quedas foram nos seguintes FIIs Ourinvest Logística (OULG11), Mérito Desenvolvimento Imobiliário (MFII11), BB Progressivo II (BBPO11), Via Parque Shopping (FVPQ11), Bradesco Carteira Imobiliária Ativa (BCIA11).

Veja o gráfico do dia

Fonte:B3

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
XPCM11R$ 48,224,83%
ABCP11R$ 76,002,56%
IRDM11R$ 127,002,37%
MALL11R$ 97,991,53%
PLCR11R$ 84,991,18%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
OULG11R$ 79,24-11,09%
MFII11R$ 127,67-1,79%
BBPO11R$ 132,39-1,29%
FVPQ11R$ 145,05-1,19%
BCIA11R$ 113,35-0,98%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta quinta o conjunto de FIIs registrou valorização, em linha com o principal índice da bolsa, que subiu 0,37%.

Veja a movimentação de FII

BLCP11 comunica interrupção da 2ª emissão de cotas do Fundo

O FII Bluecap Renda Logística (BLCP11), administrado pelo BTG Pactual, informou que a Oferta da 2ª emissão, cujo pedido de registro encontrava-se em análise pela CVM, foi interrompida pelo prazo de 60 dia úteis, findos em 22 de fevereiro de 2021.

O Administrador do Fundo informou ainda que, passado o período acima referido, os prazos de análise da CVM serão recontados integralmente, como se novo pedido de registro tivesse sido apresentado.

Por fim, o BTG esclarece que, no âmbito da Oferta, não foram iniciados quaisquer esforços de venda perante cotistas ou investidores e/ou recebimento de reservas ou intenções de investimento.

HLOG11 capta R$ 97,962 milhões na 3ª emissão de cotas

O FII Hedge Logística (HLOG11) comunicou o encerramento da oferta pública de distribuição das cotas da 3ª emissão.

Segundo o comunicado, foram adquiridas 870 mil cotas, correspondentes ao montante total de R$ 97,962 milhões.

O administrador do Fundo informou ainda que durante o período em que os recibos de cotas da 3ª emissão não forem convertidos em cotas, o seu detentor fará jus aos rendimentos líquidos calculados desde a data de sua integralização até o encerramento do mês de novembro de 2020.

A partir de dezembro de 2020, com a conversão do recibo de cotas da 3ª emissão em cotas, o detentor fará jus aos rendimentos do Fundo nas mesmas condições dos demais cotistas.

QMFF1 entra com mandado de segurança perante a Receita Federal

O Quatá Monetai Fundo de Fundos (QMFF1) impetrou mandado de segurança  perante a Receita Federal, a fim de que seja reconhecido o direito do Fundo em não se sujeitar ao recolhimento de IR e IR-Fonte sobre rendimentos e ganhos líquidos auferidos na venda de cotas de outros fundos de investimento.

Desse modo, o QMFF1 busca o reconhecimento do direito de compensar os valores que foram, ou vierem a ser indevidamente pagos a título desses impostos.

FII: Confira os rendimentos divulgados

VPSI11: R$ 0,07743 por cota em 10/12

ELDO11B: R$ 0,34 por cota em 10/12

Veja mais:

FII: conheça os 20 fundos imobiliários mais rentáveis de 2020

24 livros para inspirar investidores e empreendedores