FII: IFIX fecha no zero a zero; CEOC11 e BCIA11 puxam queda

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Pxhere

Nesta terça-feira (28) o IFIX fechou o dia no zero a zero, em queda de 0,06% aos 2.722,71 pontos.

Na mínima do dia, o índice de FIIs bateu nos 2.717,41 pontos, já na máxima, atingiu os 2.725,38 pontos.

Para o acumulado do mês, o índice registra uma desvalorização de 2,98%. Já no ano, a queda é de 14,2%.

Abra agora sua conta na EQI Investimentos e tenha acesso a opções de investimentos de acordo com seu perfil. Invista em suas Escolhas

A movimentação financeira para o dia foi de R$ 177,04 milhões.

Maiores altas

As maiores altas na carteira do IFIX para esta terça foram puxadas pelos fundos: Brazilian GraveyardDeath (CARE11), CSHG Recebíveis Imobiliários (HGCR11), The One (ONEF11), VBI Logístico (LVBI11), Brazil Realty (BZLI11).

Na contramão, as maiores quedas foram seguintes FIIs: CEO Cyrela Commercial Properties (CEOC11), Bradesco Carteira Imobiliária Ativa (BCIA11), SP Downtown (SPTW11), BB Progressivo II (BBPO11), Square Faria Lima (FLMA11).

Conheça nossa planilha de fundos imobiliários

Veja o gráfico do dia

Fonte:B3

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
CARE110,827,89%
HGCR1199,502,78%
ONEF11150,402,64%
LVBI11135,002,43%
BZLI1115,802,07%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
CEOC1180,95-6,37%
BCIA11136,91-4,86%
SPTW1174,60-4,36%
BBPO11130,50-3,12%
FLMA113,00-2,91%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta terça-feira, o conjunto de fundos de investimentos imobiliários registrou desvalorização, em linha com o principal índice da bolsa, que caiu 0,35%.

Veja a movimentação de fundos

HGBS11

A Hedge Investments, administradora do FII Hedge Brasil Shopping (HGBS11) comunicou que foram retomadas as atividades no Parque D. Pedro Shopping e Tivoli Shopping (SP).

O reinício das operações ocorreu na data de ontem (27) com horário de funcionamento restrito, das 16h às 20h.

As praças de alimentação seguem com funcionamento permitido apenas para delivery e take away.

Além disso, a administradora informou que foram retomadas as atividades do Shopping Goiabeiras (Cuiabá), com horário de funcionamento das 11h às 21h.

HPDP11

Ao mesmo tempo, o FII Hedge Shopping Parque Dom Pedro (HPDP11) comunicou o retorno das atividade do Shopping Parque D. Pedro, em Campinas (SP).

O horário de funcionamento foi limitado entre 16h às 20h. A  praça de alimentação e o serviço de valet seguem sem funcionar.

EDGA11

O FII EDifício Galeria (EDGA11) informou que o fundo não recebeu de algumas de suas locatárias o pagamento dos respectivos aluguéis referentes à competência de junho de 2020, vencidos no início de julho de 2020.

Segundo o comunicado, a inadimplência representa um impacto negativo na distribuição de rendimentos do fundo em, aproximadamente, R$ 0,09 por cota.

A Administradora ressalta que o fundo cobrará das locatárias multa e encargos devidos. Nos termos previstos nos respectivos contratos de locação.