FII: IFIX avança 0,38% puxado por BARI11 e PATC11

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Pixabay

Na sessão desta quinta (28), o IFIX registrou forte pressão nas compras e fechou o dia em alta de 0,38%, aos 2872,16 pontos.

A mínima do dia para o índice foi de 2861,17 pontos, enquanto a máxima bateu em 2874,15 pontos.

Em janeiro o IFIX acumula alta de 0,07%. A movimentação financeira para hoje foi de R$ 200,59 milhões.

Destaques do dia

As maiores altas da carteira foram em: Barigui Rendimentos (BARI11), Pátria Edifícios Corporativos (PATC11), Vinci Offices (VINO11), Rio Bravo Renda Corporativa (RCRB11), Pátria Logística (PATL11).

Por outro lado, as maiores quedas foram em: CSHG Renda Urbana (HGRU11), SDI Rio Bravo Renda Logística (SDIL11), RBR Rendimentos High Grade (RBRR11), Square Faria Lima (FLMA11), RBR Alpha Multiestratégia Real Estate (RBRF11).

Veja o gráfico do dia

Fonte:B3

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
BARI11R$ 113,173,20%
PATC11R$ 83,601,96%
VINO11R$ 63,291,92%
RCRB11R$ 168,201,75%
PATL11R$ 93,661,58%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
HGRU11R$ 127,57-0,99%
SDIL11R$ 104,75-0,95%
RBRR11R$ 93,18-0,89%
FLMA11R$ 2,98-0,67%
RBRF11R$ 98,35-0,66%

Veja a movimentação de FII

O BTG Pactual, administrador do FII Riza Arctium Real Estate (ARCT11), comunicou o desdobramento da totalidade das cotas do Fundo, na proporção de 1:10.

Sendo assim, após o desdobramento, para cada cota existente serão atribuídas ao respectivo titular 9 novas cotas, totalizando 10 cotas.

As cotas do Fundo passaram a ser negociadas na forma desdobrada na  abertura dos mercados do dia 27 de janeiro. As novas cotas serão creditadas nas contas dos cotistas no dia 01 de fevereiro de 2021.

As novas cotas conferirão aos seus titulares os mesmos direitos das cotas previamente existentes, disse o BTG.

FII BRL Prop II (BRLA11) inicia na Bolsa

A B3 informou que serão iniciados nesta quinta (28), no mercado de bolsa, os negócios com as cotas subscritas e integralizadas do FII BRL Prop II.

O nome de pregação será “FII BRLProp II” e o código de negociação será “BRLA11”.  O  FII BRLPROII é destinado a investidores qualificados.

Na 1ª emissão de cotas, encerrada em 09 de setembro de 2020, foram subscritas e integralizadas 398.956 cotas, classe Mezanino (BRLA11), ao preço de R$ 100,00 por cota, sendo o valor total da oferta de R$ 39,895 milhões.

Já na 2ª emissão, encerrada em 28 de outubro de 2020, foram subscritas e integralizadas 411.096 cotas, classe Subordinada (BRLA13). Com preço de R$ 100,00 por cota, o valor total da oferta foi de R$ 41,109 milhões.

A B3 informou que as 810.052 cotas, subscritas e integralizadas no âmbito das ofertas acima, estarão disponíveis para negociação.

FII The One (ONEF11) celebra contrato de locação de imóvel

A Rio Bravo, administradora do FII The One (ONEF11), celebrou contrato de locação de imóvel com a Austral Seguradora e a Austral Resseguradora, referente aos conjuntos 71 e 72 do edifício The One.

Com uma área total de 620,30 m², o imóvel foi alugado pelo prazo de 60 meses.

Além disso, a referida locação poderá impactar positivamente o resultado do Fundo em R$ 0,115/cota a partir de julho de 2021, considerando tanto a receita de aluguel quanto a extinção das despesas de vacância.

Em razão da celebração do contrato, o ONEF11 passa a ter todos os seus conjuntos do imóvel locados.

Sendo que todos os contratos do Fundo têm vencimentos previstos a partir de 2023. Com 90% dos vencimentos entre os anos de 2025 e 2026.

“A locação do Imóvel em parâmetros compatíveis com o mercado, mesmo durante a pandemia de Covid-19, demonstra a capacidade de geração de renda imobiliária sustentável e de longo prazo do ativo do Fundo, que possui excelente qualidade e localização” destacou o administrador.

CVBI11 comunica 4ª emissão de cotas

A BRL Trust, administradora do FII VBI CRI (CVBI11), comunicou a abertura da 4ª emissão de cotas do Fundo.

Deste modo, a nova emissão será de, inicialmente, 2.025.071 cotas, sem considerar as novas cotas adicionais e observada a possibilidade de distribuição parcial.

O preço de aquisição por cota da 2ª emissão foi definido em R$ 100,00. Tal valor não inclui a taxa de distribuição primária.

Como resultado, o Fundo pretende levantar o montante inicial de R$ 202,5 milhões.

Os recursos líquidos da oferta, inclusive os recursos provenientes da eventual emissão de novas cotas adicionais, serão destinados à aquisição, pelo CVBI11, dos ativos descritos no artigo 3º do seu regulamento.

BRIP11 inicia negociação na B3

A B3 informou que em 29 de janeiro serão iniciados, no mercado de bolsa, os negócios com as cotas subscritas e integralizadas do FII Brio Real Estate III.

O nome de pregação será “FII Brio III” e o código de negociação será “BRIP11”.

O  FII BRIO III é destinado a investidores profissionais.

Nas 1ª e 2ª chamadas de capital realizadas no âmbito da 1ª emissão do Fundo, encerrada em 16 de outubro de 2020, foram subscritas e integralizadas 54.428 cotas, ao preço de R$ 1 mil por cota, totalizando R$ 54,428 milhões.

FII XP Industrial (XPIN11) adquire imóvel por R$ 25 milhões

O FII XP Industrial (XPIN11) adquiriu a fração de 47,70506% de imóvel localizado no município de Extrema, Minas Gerais.

O preço total de aquisição foi de R$ 25 milhões.

Juntamente a transação, foi firmado o contrato de locação não residencial sobre o imóvel (galpão e pátio), entre o Fundo e a Acqualimp, na qualidade de locatária.

O referido contrato de locação foi firmado pelo prazo de 10 anos, a contar de 27 de janeiro de 2021.

Com um aluguel mensal de R$ 174.610,16, estima-se que os rendimentos provenientes da locação serão de, aproximadamente, R $0,3181 por cota nos próximos 12 meses.