FII: IFIX fecha semana em queda de 0,49%; No dia, recuou 0,10%

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Pixabay

O IFIX fechou em queda nesta sexta-feira (26) em linha com o desempenho do Ibovespa.

Desse modo, ao final do pregão, o índice de FIIs sofreu leve pressão vendedora e recuou 0,10%, aos 2.790,38 pontos.

Na mínima do dia, o IFIX atingiu os 2.790,38 pontos, já na máxima bateu os 2.798,20 pontos.

Conquiste sua Independência Financeira. Conheça os 4 Pilares para Investir

Após cinco semanas seguidas de alta, o índice reverteu a tendência e fechou a última semana de junho em queda de 0,49%.

No mês, o índice acumula alta de 4,99%. Já no ano a queda é de 12,65%.

Entre os Fundos Imobiliários que registraram as maiores altas para esta sexta estavam: BM Cyrela Thera Corporate (THRA11), Shopping Jardim Sul (JRDM11), JHSF Rio Bravo Fazenda Boa Vista (RBBV11), Floripa Shopping (FLRP11) e RB Capital Renda II (RBRD11).

Em sentido contrário, as maiores quedas foram verificadas nos fundos: Santander Papéis Imobiliários (SADI11), Caixa Rio Bravo Fundo de Fundos (CXRI11), TRX Edifícios Corporativos (XTED11), FOF Integral Brei (IBFF11) e RBR Alpha Multiestratégia Real Estate (RBRF11).

A movimentação financeira para o dia foi de R$ 146,9 milhões.

Veja o gráfico do dia

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
THRA11144,504,71%
JRDM1177,503,68%
RBBV1194,003,25%
FLRP111.434,992,50%
RBRD1199,502,26%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
SADI1173,92-3,90%
CXRI111.542,51-2,99%
XTED119,00-2,70%
IBFF1178,01-2,51%
RBRF1196,35-2,11%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta sexta-feira, o conjunto de fundos de investimentos imobiliários registrou uma desvalorização inferior ao principal índice da bolsa, que caiu 2,24%.