FII: IFIX despenca 0,69% pressionado por RBED11 e RNGO11

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

O IFIX operou em mais um dia de fortes quedas e fechou a sessão desta terça-feira (23) negativo em 0,69%, aos 2563,61 pontos.

A mínima para o dia bateu em 2563 pontos enquanto a máxima foi de 2586 pontos.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

No acumulado para o mês, o índice recua 4,19% ao passo que, no ano, desaba 12,09%.  A movimentação financeira para hoje no IFIX foi de R$ 208,96 milhões.

Destaques do dia

As maiores altas do IFIX foram em: TG Ativo Real (TGAR11), Kinea Fundo de Fundos (KFOF11), Industrial do Brasil (FIIB11), Santander Papéis Imobiliários (SADI11), Kinea High Yield CRI (KNHY11).

Em sentido contrário, as maiores quedas foram em: Rio Bravo Renda Educacional (RBED11), Rio Negro (RNGO11), Santander Renda de Aluguéis (SARE11), Plural Recebíveis Imobiliários (PLCR11), XP Selection (XPSF11).

Veja o gráfico do dia

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
TGAR11R$ 114,181,45%
KFOF11R$ 70,000,85%
FIIB11R$ 429,000,75%
SADI11R$ 82,990,68%
KNHY11R$ 105,650,62%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
RBED11R$ 115,37-3,70%
RNGO11R$ 51,03-3,30%
SARE11R$ 62,90-3,11%
PLCR11R$ 84,01-2,78%
XPSF11R$ 70,50-2,35%

Confira as últimas notícias sobre FIIs

  • HFOF11

O fundo anunciou o encerramento de sua 11ª emissão de cotas. No âmbito da oferta, cerca de 12 mil cotas foram subscritas e integralizadas, totalizando a captação de R$ 1 milhão.

  • RBVA11

O fundo modificou o preço de emissão de sua 4ª emissão de cotas, que passou a ser de R$ 99,00 por cota (custos de distribuição incluídos). Com a alteração, outros itens da oferta foram alterados, como a quantidade de cotas, montante mínimo, fator de proporção entre outros.

  • RDPD11

O fundo anunciou a aprovação em AGE do pagamento de R$ 10,20 por cota a título de amortização.

Tendo em vista a indisponibilidade de caixa e a iliquidez de parte de seus ativos, a gestão destacou que o pagamento da amortização deverá ser feito em duas fases, sendo o primeiro em 24 de novembro no Valor de R$ 7,42 por cota e o restante assim que o fundo obter a liquidez necessária.

  • URPR11

O fundo aprovou a realização de sua 5ª emissão de cotas. No âmbito da oferta, o fundo pretende captar até R$ 200 milhões através da emissão de 2 milhões de cotas ao preço unitário de R$ 102,50 por cota (custos de distribuição inclusos).

Em termos do direito de preferência, será assegurado o fator de proporção de 53,38% aos cotistas que detiverem as cotas do fundo no fechamento do dia 26 de novembro.

  • VGIP11

A pós ter seu pedido de alteração deferido pela CVM, o fundo alterou diversos artigos de sua 6ª emissão de cotas, como: preço de emissão e quantidade de cotas; fator de proporção para subscrição de novas cotas; comissões; estudo de viabilidade;  e cronograma indicativo.