FII: IFIX dispara 0,76% puxado por BBFI11B e BTCR11

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

O IFIX engatou a sétima alta consecutiva e fechou o dia no maior patamar em quase dois meses.

Desse modo, para esta quarta-feira (23), véspera de feriado, o índice de FIIs avançou 0,76% fechando na máxima de 2.828,40 pontos. Já a mínima do dia para o IFIX foi de 2.807,15 pontos.

Em dezembro o índice avança 0,71% e no acumulado do ano, cai 11,21%. A movimentação financeira para a quarta-feira foi de R$ 234,57 milhões.

Aprenda a interpretar o cenário dos investimentos com leituras de 5 minutos. Conheça a EQI HOJE

Destaques do dia

As maiores altas da carteira foram em: BB Progressivo (BBFI11B), BTG Pactual Crédito Imobiliário (BTCR11), General Shopping Ativo e Renda (FIGS11), Ourinvest JPP (OUJP11), VBI Logístico (LVBI11).

Por outro lado, as maiores quedas foram em: Grand Plaza Shopping (ABCP11), Kinea Fundo de Fundos (KFOF11), RBR Alpha Multiestratégia Real Estate (RBRF11), Hotel Maxinvest (HTMX11), CSHG Prime Offices (HGPO11).

Veja o gráfico do dia

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
BBFI11BR$ 2.099,006,01%
BTCR11R$ 87,763,41%
FIGS11R$ 66,953,16%
OUJP11R$ 105,703,06%
LVBI11R$ 119,403,00%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
ABCP11R$ 73,60-1,21%
KFOF11R$ 102,79-1,00%
RBRF11R$ 94,75-0,92%
HTMX11R$ 128,02-0,63%
HGPO11R$ 221,01-0,59%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Nesta quarta o conjunto de FIIs seguiu alinhado com o principal índice da bolsa que subiu 1%.

Veja a movimentação de FII

O BTG Pactual, administrador do FII VBI FL 4440 (FVBI11), comunicou que solicitou na terça-feira (22) o cancelamento da listagem do Fundo na B3.

A decisão segue em linha com o fato relevante de 04 de novembro de 2020, o qual informava que, após o pagamento da amortização final (em 13/11/2020), o FVBI11 seria liquidado e encerrado.

VILG11 lança 6ª emissão de cotas

A BRL Trust, na qualidade de administradora do FII Vinci Logística (VILG11), comunicou ao mercado a abertura da 6ª emissão de cotas.

Desse modo, com a nova emissão serão lançadas até 3.530.451mil cotas, podendo tal montante ser reduzido em razão da distribuição parcial ou aumentado em razão da distribuição das cotas adicionais.

O preço de aquisição por cota da 6ª emissão foi definido em R$ 113,30, assim sendo, o FII pretende levantar o montante inicial de R$ 400 milhões.

Segundo o comunicado, os recursos líquidos provenientes da emissão serão aplicados pelo Fundo, de acordo com a política de investimento estabelecida no regulamento e conforme descrita nos documentos da Oferta.

O administrador informou ainda que a oferta é destinada a investidores institucionais e não-institucionais.

GRLV11 comunica pagamento final de liquidação do Fundo

O FII GR Louveira (GRLV11) comunicou o pagamento final aos cotistas referentes à liquidação do Fundo.

Dessa forma, a liquidação do GRLV11se dará em duas etapas: Primeira parcela de R$ 90,00 por cota, paga em 7 de dezembro de 2020, a título de amortização parcial de cotas; e segunda e última parcela de R$ 4,97238 por cota, a ser paga em 28 de dezembro de 2020, a título de resgate da integralidade das cotas do Fundo.

Ainda, em complemento à distribuição de rendimentos paga em 14 de dezembro de 2020, será pago um valor de R$ 0,17 por cota a título de distribuição de rendimentos final, considerando o resultado acumulado do Fundo até o dia 21 de dezembro de 2020, último dia de funcionamento do GRLV11.

Leia mais:

Fundos Imobiliários: o que esperar para 2021? Veja as perspectivas

Aluguel de FIIs: saiba como vai funcionar o empréstimo de cotas

FIIs: por que o IFIX está atrás do Ibovespa? Entenda