FII: IFIX avança 0,13% no dia; KNHY11 e LVBI11 puxam alta

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Pixabay

Nesta quarta-feira (22), o IFIX seguiu em viés de alta e fechou o dia com avanço de 0,13%, aos 2.735,69 pontos.

Em um dia com poucas oscilações, a mínima para o índice de FIIs foi de 2.730,54 pontos. Já na máxima, o índice atingiu, hoje, os 2.736,82 pontos.

Para o acumulado de julho, o índice registra uma desvalorização de 2,52%. No ano, a queda é de 13,7%.

Guia definitivo sobre Renda Variável  e os Melhores Investimentos para 2021

A movimentação financeira para o dia foi de R$ 155,96 milhões.

Maiores altas

As maiores altas na carteira do IFIX para esta quarta foram puxadas pelos seguintes fundos: Kinea High Yield CRI (KNHY11), VBI Logístico (LVBI11), XP Properties (XPPR11), Floripa Shopping (FLRP11) e BTG Pactual Corporate Office Fund (BRCR11).

Em sentido oposto, as maiores quedas refletiram nos seguintes fundos: Brasil Plural Absoluto Fundo de Fundos (BPFF11), General Shopping e Outlets (GSFI11), Via Parque Shopping (FVPQ11), Parque Dom Pedro Shopping Center (PQDP11) e Centro Têxtil Internacional (CTXT11).

Veja o gráfico do dia

Fonte:B3

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
KNHY11111,753,17%
LVBI11130,993,14%
XPPR1191,782,78%
FLRP111.413,992,39%
BRCR1191,002,36%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
BPFF1183,70-6,91%
GSFI112,72-4,90%
FVPQ11155,20-4,20%
PQDP112.987,01-3,64%
CTXT1148,02-3,52%

 

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta quarta-feira, o conjunto de fundos de investimentos imobiliários registrou valorização em contraponto ao principal índice da bolsa, que caiu 0,02%.

Veja a movimentação de fundos

O Malls Brasil Plural FII (MALL11) comunicou que o Maceió Shopping retomou suas atividades em 20 de julho de 2020.

Com a reabertura, o Maceió Shopping passa a funcionar em horário reduzido das 12:00hrs às 20:00hrs. Além disso, o estacionamento atenderá com 50% da sua capacidade total.

Permanecerão fechadas as operações de lazer e entretenimento, tais como cinema, teatro e recreação infantil.

Por outro lado, a praça de alimentação estará aberta, observando todas as medidas de segurança necessárias.

O MALL11 detém, atualmente, participação nos seguintes ativos: Maceió Shopping (Maceió – AL); Shopping Tacaruna (Recife – PE); Suzano Shopping (Suzano – SP); Shopping Taboão (Taboão da Serra – SP); Boulevard Shopping Feira de Santana (Feira de Santana – BA); Shopping Park Lagos (Cabo Frio – RJ); e Shopping Park Sul (Volta Redonda – RJ).

Tendo em vista a reabertura do Maceió Shopping, um total de 6 dos 7 shoppings da carteira do fundo estão em funcionamento. Isso equivale a, aproximadamente, 88% da geração de caixa operacional (NOI) do fundo.

HSML11 comunica retomada das atividades em Shopping

O HSI Malls FII (HSML11) comunicou a retomada das operações do shopping localizado em Rio Branco (AC).

Com a abertura, o fundo passa a ter 100% dos shoppings do portfólio em operação.

De acordo com a HS, gestora do fundo, foram implementados protocolos rigorosos em relação à higienização, ao uso de equipamento de proteção individual (EPI). Bem como medidas de distanciamento social em linha com as recomendações das autoridades de saúde.

Este contexto está sendo monitorado e reavaliado constantemente pela gestora e administradora dos ativos, no intuito de resguardar o bem-estar e a saúde dos consumidores, lojistas, colaboradores, e de toda a população.