FII: IFIX fecha em queda de 0,11% puxado por SADI11 e HGFF11

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução/Flickr

Nesta terça-feira (18), o IFIX fechou a sessão em queda pelo 7º dia seguido, recuando 0,11%, aos 2808,13 pontos.

Na mínima do dia, o índice bateu em 2807,32 pontos, enquanto a máxima foi de 2816,30 pontos.

No desempenho mensal, o IFIX recua 1,85%. Já no acumulado de 2021, cai  para o mês de maio, está negativo em 1,9%. A movimentação financeira para hoje foi de R$ 247,24 milhões.

Destaques do dia

As maiores altas do IFIX foram em: VBI Logístico (LVBI11), RBR Rendimentos High Grade (RBRR11), REC Renda imobiliária (RECT11), JS Real Estate Multigestão (JSRE11), Tellus Properties (TEPP11).

Na contramão, as maiores quedas foram em: Santander Papéis Imobiliários (SADI11), CSHG Imobiliário FOF (HGFF11), Rio Bravo Renda Corporativa (RCRB11), BTG Pactual Logística (BTLG11), Ourinvest Logística (OULG11).

Veja o gráfico do dia

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
LVBI11R$ 108,971,56%
RBRR11R$ 100,701,43%
RECT11R$ 79,021,29%
JSRE11R$ 89,700,97%
TEPP11R$ 80,800,96%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
SADI11R$ 85,56-1,99%
HGFF11R$ 86,61-1,88%
RCRB11R$ 134,68-1,85%
BTLG11R$ 110,40-1,56%
OULG11R$ 66,55-1,41%

Confira as últimas notícias sobre FII

O BTG Pactual, na qualidade de administrador do FII BTG Pactual Corporate Office Fund (BRCR11), comunicou que o Fundo assinou novo contrato de locação referente 8.356 m² de área locável, no Eldorado Business Tower.

O contrato possui prazo de 7 anos contados a partir de setembro de 2021.

A nova locação impactará positivamente a receita do Fundo em, aproximadamente, 3,75%, ou cerca de R$ 0,03 por cota.

FII Rio Bravo Renda Corporativa (RCRB11) vende ativo para o FII PATC11

O FII Rio Bravo Renda Corporativa (RCRB11) comunicou a alienação do 20º andar do Edifício Cetenco Plaza, localizado na Av. Paulista, em São Paulo/SP, pelo valor de R$ 17,3 milhões.

Com a venda do imóvel, o Fundo gerou ganho de capital na ordem de R$ 4,99 milhões, equivalente a R$ 1,35/cota.

Segundo o administrador do RCRB11, a operação proporcionou uma taxa interna de retorno (TIR) de 13,2% a.a. para os investidores, contra 8,48% a.a. do CDI, 9,77% a.a. do Ibovespa e 8,67% a.a. do IFIX no mesmo período.

“A venda do imóvel é aderente à estratégia adotada, uma vez que reduz a exposição em imóveis nos quais o Fundo possui uma menor participação no condomínio. Com isso, a gestão mantém o foco em adquirir prédios inteiros ou percentuais mais relevantes de prédios, para que o Fundo possa ter mais influência nos condomínios e na gestão do empreendimento”, destacou o administrador do Fundo.

Na outra ponta do negócio está o FII Pátria Edifícios Corporativos (PATC11).

A transação refere-se à nona aquisição de ativos imobiliários do Fundo, alinhado à tese de investimentos em imóveis de alta qualidade. O andar se encontra totalmente locado para a Trisul S/A.

FII Malls Brasil Plural (MALL11) informa alteração no horário dos Shoppings

O FII Malls Brasil Plural (MALL11) comunicou atualização acerca das alterações nos horários de funcionamento dos shoppings que compõem o portfólio do Fundo. Nesse sentido, verificou-se uma redução nas restrições impostas aos seguintes shoppings: Suzano Shopping; Shopping Taboão e Maceió Shopping.

Confira aqui as novas regras dos referidos estabelecimentos.