FII: IFIX recua 0,55% na semana; no dia, avança 0,02%

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Pixabay

No pregão desta sexta-feira (18) o IFIX fechou a sessão em leve alta de 0,02%, aos 2813,31 pontos.

Na semana, o índice fechou em queda de 0,55%, após três altas semanais.

No acumulado de junho o IFIX recua 0,11%, no ano cai 1,56%. A movimentação financeira para hoje foi de R$ 247,99 milhões.

Destaques do dia

As maiores altas do IFIX foram em: Santander Papéis Imobiliários (SADI11), XP Properties (XPPR11), CSHG Logística (HGLG11), Votorantim Logística (VTLT11), XP Industrial (XPIN11).

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

Na contramão, as maiores quedas foram em: CSHG Prime Offices (HGPO11), Pátria Logística (PATL11), Rio Bravo Renda Corporativa (RCRB11), Mogno Fundo de Fundos (MGFF11), Vectis Juros Real (VCJR11).

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.

Veja o gráfico do dia

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
SADI11R$ 87,402,40%
XPPR11R$ 68,992,36%
HGLG11R$ 169,801,36%
VTLT11R$ 107,601,08%
XPIN11R$ 105,960,90%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
HGPO11R$ 220,20-3,42%
PATL11R$ 85,41-1,81%
RCRB11R$ 143,48-1,73%
MGFF11R$ 79,85-1,42%
VCJR11R$ 98,31-1,34%

Confira as últimas notícias sobre FII

ARCT11

O fundo celebrou um CCV visando a aquisição de um terreno localizado na região de Corumbataí (SP), pelo valor de R$ 15 milhões.

Segundo o documento, o imóvel deverá ser locado através de um contrato built-to-suit, com prazo de locação de 120 meses, sendo certo que a operação ainda conta com uma opção de compra.

Com a aquisição a gestão estima um impacto positivo de R$ 0,07 por cota em seus resultados, sem considerar o pagamento do prêmio para a manutenção da opção.

RBRR11

O FII anunciou o encerramento de sua 6ª emissão de cotas.

No âmbito da emissão, cerca de 2,7 milhões de cotas foram subscritas e integralizadas, perfazendo a captação de R$ 270 milhões.

RBVA11

O fundo anunciou a conclusão da venda do imóvel Hebraica (SP), após receber os R$ 7,9 milhões, referentes ao saldo remanescente da operação.

Segundo o documento, levando em consideração as quatro operações de vendas anunciadas recentemente (Hebraica, Juiz de Fora, Itaquaquecetuba e Quitaúna), cerca de R$ 27,6 milhões já foram recebidos e liquidados, o que equivale a um ganho de capital de R$ 3,4 milhões correspondente a R$ 0,29 por cota.

RECR11

Visando atender o excesso de demanda registrado durante o período de subscrição de sobras e montante adicional no âmbito de sua 10ª emissão, o FII anunciou a emissão adicional de 857 mil cotas, correspondente a R$ 84 milhões.

Sendo assim, a gestão anunciou que: (i) a totalidade das ordens realizadas no âmbito do direito de subscrição de sobras foram atendidas; e (ii) as ordens enviadas visando a subscrição do montante adicional sofreram rateio de 19,23% do que foi solicitado.

XPPR11

O fundo celebrou o primeiro aditamento referente ao CCV de aquisição dos imóveis iTower e Faria Lima Plaza, ambos localizados no estado de São Paulo.

O fundo efetuou o pagamento de R$ 163 milhões aos vendedores dos imóveis, após realizar a emissão de um CRI no valor de R$ 160 milhões.

O instrumento conta como lastro os recebíveis atrelados ao Condomínio Evolution Corporate (SP), possui um custo equivalente à taxa de IPCA + 5,80% ao ano e vencimento em 15 anos.

Por fim, o CRI ainda possui carência de amortização, juros e demais encargos durante o período de 36 meses.