FII: IFIX devolve ganhos do dia anterior e fecha em queda de 0,12%

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Nesta quinta-feira (16) o IFIX fechou o dia em queda de 0,12%, revertendo os ganhos da sessão de ontem (0,10%).

O índice fechou o dia na mínima de 2727,68 pontos, com máxima de 2735,39 pontos.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

No acumulado para setembro, o IFIX concentra uma queda de 0,81%. Já no ano, recua 4,95%. A movimentação financeira para hoje no índice foi de R$ 218,92 milhões.

Destaques do dia

As maiores altas do IFIX foram em: Pátria Edifícios Corporativos (PATC11), General Shopping Ativo e Renda (FIGS11), Tordesilhas EI (TORD11), Grand Plaza Shopping (ABCP11), Tellus Properties (TEPP11).

Em sentido contrário, as maiores quedas foram em: Mogno Fundo de Fundos (MGFF11), BB Progressivo (BBFI11B), Santander Renda de Aluguéis (SARE11), Pátria Logística (PATL11), Rio Bravo IFIX (RBFF11).

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo

Veja o gráfico do dia

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
PATC11R$ 63,502,24%
FIGS11R$ 57,252,10%
TORD11R$ 10,291,68%
ABCP11R$ 73,301,64%
TEPP11R$ 74,201,39%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
MGFF11R$ 70,56-1,85%
BBFI11BR$ 2.380,00-1,45%
SARE11R$ 77,97-1,32%
PATL11R$ 74,00-1,31%
RBFF11R$ 60,51-1,16%

Confira as principais notícias sobre FIIs

  • AFCR11

A partir do dia 21 de setembro, as cotas do Fundo, subscritas durante o direito de preferência, sobras, e montante adicional, passarão a ser negociados na B3. No que diz respeito às cotas subscritas por investidores profissionais, estas deverão passar a ser negociadas entre 29 de novembro e 02 de dezembro a depender da data de liquidação da oferta.

  • CBOP11

O Fundo retificou o valor da multa devida pela Odontoprev em função da rescisão contratual antecipada de seu contrato de locação. Segundo o documento, a multa devida é equivalente a R$ 478 mil (R$ 0,34 por cota).

  • CPFF11

Tendo em vista que a 4ª emissão de cotas do Fundo não atingiu seu montante inicial da oferta, o fundo anunciou que haverá o pagamento da retratação de 15 cotas a serem restituídas aos investidores em 17 de setembro.

  • DEVA11

O Fundo aprovou a realização da sua 5ª emissão de cotas. Segundo o documento, o FII pretende captar até R$ 295 milhões, através da emissão de até 3 milhões de cotas ao custo unitário de R$ 100,32 por cota (custo de distribuição incluído).

  • RBED11

O FII apresentou junto à CVM seu pedido de registro para a realização de sua 4ª emissão de cotas, indicando que a definição do valor exato e número de cotas a serem emitidas serão definidas no dia útil imediatamente anterior à data de publicação do anúncio de início da oferta.

  • SDIL11

Tendo em vista a brusca mudança de cenário, o Fundo enviou à CVM um pedido de revogação dos termos de sua 6ª emissão de cotas do fundo.

Segundo o documento, haverá o cancelamento das intenções de investimentos dos cotistas enviadas durante o exercício do direito de preferência, fazendo com que não haja liquidação dos recursos inicialmente para 17 setembro.